Publicidade:

Conheça a história dos pioneiros de Pipeline desde Phil Edwards nos anos 60

A Billabong lançou na última sexta-feira (28), uma série no seu canal do Youtube, sobre a história dos pioneiros de Pipeline. Os vídeos, que se dividem em 12 curtos capítulos, são narrados por Mark Cunningham e relatam desde a primeira onda ali surfada até os tempos atuais.

Veja também:

+ Life of Kai: Waterman lança segunda temporada

Brasileiros fazem boa estreia no mar clássico que abriu a etapa de Pipeline no Havaí

Filme Here Now: Past & Present resgata o design clássico de pranchas de surf

Hoje, é quase impossível imaginar o pico mais famoso de surf no mundo sem os corajosos que, todos os dias, se arriscam por lá. No entanto, há muito tempo, Pipeline quebrava sozinha, sem crowd, sem nenhuma alma que se considerava capaz de enfrentá-la.

Pipe é um lugar que carrega consigo tanta história, que toda e qualquer homenagem parece ser sempre insuficiente. Muitos surfistas passaram por aquelas areias e corais. Muitos ainda passarão para complementar ainda mais o legado dessa onda icônica.

No entanto, pra já, recordamos alguns dos primeiros nomes. A história começa com Phil Edwards, o primeiro a conseguir o impossível ao pegar onda por lá, logo nos anos 60. Pouco tempo depois, veio Mr. Pipeline, como era conhecido Gerry Lopez. Nos anos 80, encontramos nomes como Derek Ho e Tom Carroll (que inclusive, continua quebrando no surf por aí).

Outro nome que você, caro leitor, talvez esteja dando falta é Kelly Slater. O careca está marcado na história de Pipe desde quando ainda tinha cabelo, mas só conseguiu elevar o nível do surf a outro patamar, porque aprendeu com quem veio antes.

E só um pouco mais pra frente vieram Bruce e Andy Irons, que foram peças chaves no início de uma nova geração, que transcendeu ainda mais, aquilo que Kelly começou.

Pipe nos tempos de hoje

A história de Pipeline se torna ainda mais rica dia após dia. No último sábado, tivemos a honra de assistir o Billabong Pro Pipeline em condições épicas de surf e os melhores aproveitando à altura. Além disso, Pipe é palco de grandes triunfos como os de Gabriel Medina, que em pouco tempo entendeu tão bem a lógica de funcionamento desta onda tão desafiadora, ou do surf feminino que, pela primeira vez, tem uma etapa do CT integralmente ali. Pipe formou nomes como John John Florence e Jamie O’Brien, surfistas que, quase sempre confortavelmente, a dominam nas mais diversas condições.

Clique aqui para ver todos os episódios da série Pioneiros de Pipeline e conhecer ainda mais essa história.

*Na engrenagem no rodapé do vídeo (em detalhes), você consegue legendar em português.

 

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias