Publicidade:

WSL recusa pedido de Koa Simth pelos wildcards do “Ultimate Surfer”

A WSL recusou o pedido do havaiano Koa Simth para conseguir os três wildcards em eventos do Championship Tour em 2022, segundo notícia publicada no site The Inertia.

Smith, que construiu sua carreira apostando no free surf, havia iniciado uma campanha nas redes sociais onde pedia à WSL o direito a ficar com os wildcards conquistados pelo também havaiano Zeke Lau.

Ambos participaram de um reality show exibido na televisão norte-americana chamado “Ultimate Surfer”. Basicamente, uma espécie de gincana entre surfistas que daria ao vencedor do programa três wildcards em etapas do CT.

Zeke Lau, venceu o reality e Koa ficou na segunda colocação. Porém, após vencer a etapa portuguesa do Challenger Series, Zeke assumiu a segunda colocação no ranking do CS e garantiu matematicamente sua vaga à elite mundial do surf.

Veja também:

+ Challenger Series chega à etapa final com apenas um brasileiro na zona de classificação

+ Morgan Maassen filma “Deusas” no lugar mais lindo do mundo

+ “Fenômenos” da novíssima geração mundial confirmados no QS da Praia Mole

Foi então que Koa Simth entrou em cena na esperança de conseguir os três wildcards “deixados vagos” por Zeke Lau fazendo uma campanha na Internet. O vídeo tornou-se viral e ganhou o apoio de vários surfistas de renome.

A campanha do havaiano se juntou ao controverso anúncio da WSL que irá transformar em mais wildcards as vagas de dupla qualificação de surfistas que se classificarem entre os top 12 do Challenger Series e que também já tenham a vaga garantida pelo top 20 do CT, como é o caso do japonês Kanoa Igarashi (entenda o caso AQUI).

Apesar de Koa ser indiscutivelmente um bom surfista e em nenhum momento ter pedido outra coisa além os três convites de etapa que iriam para Zeke, muitos também questionaram se não seria mais justo destiná-los a surfistas que ralam o ano inteiro no QS, o que pode ter colocado mais pressão ainda sobre a WSL.

Por fim, a WSL, segundo o The Inertia, os wildcards de etapa destinados ao vencedor do Ultimate Surfer não serão entregues a Koa Smith.

Uma fonte da organização confirmou as vagas são reservadas apenas para o vencedor do programa e que, caso este consiga qualificar-se por outra via, ficarão à carago da WSL escolher seu destino que agora, sabemos, não será Koa Smith.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias