Marco Giorgi faz melhor apresentação do dia no QS 6 mil de Sydney, na Austrália; dos brasileiros, só ele e Yuri Gonçalves avançaram

Por Redação HC

Esta terça (19) foi um dia ruim em resultados para o surf brasileiro na praia de Manly, onde rolam o Sydney Women’s Pro e o Vissla Sydney Surf Pro, etapas feminina e masculina de 6 mil pontos do QS.

No feminino, a última representante verde e amarela, Tainá Hinckel, foi eliminada na última bateria da segunda rodada. Ela ficou em quarto lugar no duelo que classificou a havaiana Summer Macedo e a australiana Ella Williams.

Veja também: Mudança no formato do CT é irrelevante, diz Alex Guaraná

No masculino, na continuação da primeira rodada (12 baterias de um total de 24), Marco Fernandez, Hizunome Bettero, Marcos Correa, Jeronimo Vargas e Samuel Pupo foram eliminado. Salvaram a pátria o Yuri Gonçalves e Marco Giorgi (foto),  o uruguaio mais brasileiro do surf mundial.

Giorgi, por sinal, fez uma apresentação e tanto: com 14,77 pontos logo na primeira bateria masculina, garantiu não só a soma mais alta do dia com também a melhor nota individual, 7,77.

Conhecido pela atitude e habilidade em ondas pesadas e tubulares, Giorgi fez miséria nas marolinhas de Manly, deixando o havaiano Josh Moniz em segundo e despachando o neozelandês Billy Stairmand e o australiano Harley Ross.

Yuri entrou água logo depois. Com o taitiano O’Neill Massin abrindo vantagem na primeira posição, ele, Samuel Pupo e o chileno Guillermo Satt travaram uma disputa acirrada pela segunda vaga. Yuru avançou com 10 pontos, contra 9,90 de Guillermo e 9,67 de Samuca.

A próxima chamada para Vissla Sydney Pro é às 17 horas desta terça, no horário de Brasília — manhã de quarta no leste da Austrália. Nessa rodada estream os principais nomes do campeonato, entre eles muitos tops do CT, como Kelly Slater, Jadson André e Michael Rodrigues, que entra na água na primeira bateria. Acompanhe!

Para ver os resultados na íntegra, entre aqui (masculino) e aqui (feminino).