Com sete dos 24 surfistas na briga, Brasil é maioria no Burton Automotive Pro. Caio Ibelli, Miguel Pupo e Devid Silva fazem bateria verde-e-amarela na quarta rodada

Por Fernando Guimarães

O Burton Automotive Pro, etapa de 6 mil pontos do QS disputada em Newcastle, Australia, chegou até o round 4 nesta quinta (14), já definidas as oito baterias de três atletas de onde sairá o campeão. Entre os candidatos ao título está, previsivelmente, um numeroso contingente de brasileiros: Caio Ibelli, Miguel Pupo, Deivid Silva, Jadson André, Krystian Kymerson, Mateus Herdy, Alex Ribeiro e o catarinense naturalizado espanhol Vicente Romero.

Caio, Miguel e Deivid inclusive farão uma bateria 100% verde e amarela, a segunda da quarta rodada.

Veja também: The FRK – A prancha que esperou 4 anos por Kelly Slater

Um dos destaques do dia fica para a classificação de Caio Ibelli, que despachou o atual vice-campeão mundial Julian Wilson na que foi apenas a segunda bateria do australiano em 2019. Caio tem presença confirmada em algumas etapas do CT no começo do ano mas ainda viverá a incerteza de competir a sério em dois circuitos ao mesmo tempo, já que preterido pela WSL na disputa por um dos convites a atletas lesionados na elite em 2019.

Pranchas novas de Caio Ibelli

Alguém cole um adesivo no bico dessa pranchas de Caio Ibelli, por favor

Caio liderou a maior parte da bateria, a primeira do round três, até Jack Robinson completar alguns aéreos e fazer a melhor soma do dia, 16,30 pontos. Junto com Julian foi eliminado outro ex-top do CT, o australiano Stuart Kennedy.

Alguns brasileiros também foram eliminados no R3: Thiago Camarão, Marco Fernandez, Wesley Santos, Marco Giorgi, Jesse Mendes e Tomas Hermes. E, assim como Jessé e Julian, outros dois tops do CT também disseram adeus: Wade Carmichael e Jack Freestone.

A próxima chamada para o campeonato é às 6h45 da tarde, no horário de Brasília. Mas não havia, pelo menos até esta quarta, transmissão ao vivo pelo site da WSL. Para ver os resultados detalhados, entre aqui.