Wesley estava na praia de Huntington, EUA, com sua mulher, a lutadora do UFC Mackenzie Dern, e sua filha quando uma idosa começou a ofendê-lo

Por Redação HC

O surfista Wesley Santos, atual campeão sul-americano da WSL, declarou em seu Instagram que sofreu racismo enquanto caminhava com sua família pela praia de Huntington, Califórnia, EUA. O caso ocorreu nesta segunda (19/8), e gerou repercussão após Wesley declarar em suas redes sociais como o fato se desenrolou.

Wesley conta que estava tentando fazer sua filha Moa tentar parar de chorar. Uma idosa se aproximou e começou a indagar o surfista se ele precisava de ajuda. Ele respondeu que não e que sua esposa estava há poucos metros dali e que tudo estava sob controle. A idosa então correu em direção a mulher de Wesley e perguntou se o filho pertencia mesmo ao surfista. Ela confirmou, então a idosa disse que havia chamado a polícia, pois havia se desesperado com a situação, achando se tratar de um sequestro.

A indignação do atleta foi exposta no vídeo em seu IGTV, plataforma do Instagram que permite a divulgação de vídeos longos. Wesley ressalta que só quer continuar podendo transitar normalmente com sua filha em qualquer lugar sem sofrer com qualquer represália por sua cor. Confira abaixo a postagem:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Racism still exist… #Everybodyisthesame

Uma publicação compartilhada por Wesley Santos (@santoswesley) em

VEJA TAMBÉM:
– TEAHUPO’O SELVAGEM FORÇA ADIAMENTO DA TRIAGEM – VÍDEO
TRUMP TAXA PRANCHAS COM INTUITO DE AQUECER MERCADO NOS EUA
KAULI VAAST E TYLER NEWTON GANHAM VAGAS PARA O TAHITI PRO