26 C
Papeete
segunda-feira, 27 maio, 2024
26 C
Papeete
segunda-feira, 27 maio, 2024

Surf feminino em alta no Rip Curl Newcastle Cup

O Rip Curl Newcastle Cup começou na última quarta (quinta-feira, 01 de abril na Austrália) com as primeiras fases masculina e feminina em condições pequenas e complicadas em Merewether.

+ Sierra Kerr redesenha os limites do surf feminino. VÍDEO

+ Surf feminino: mulheres compartilham seus desafios

+ México: o que fazer de trekking, mergulho, surfe e pedal

Caroline Marks (EUA) foi o destaque do dia, somando a maior pontuação numa única onda do evento até agora, 8.00 pontos (de 10 possíveis). O sucesso de Marks enviou Brisa Hennessy (CRI) para a Ronda Eliminatória (Ronda 2).

“É tão bom voltar a competir na Austrália”, disse Caroline Marks. “Já se passaram alguns anos, então é ótimo estar de volta, pois é definitivamente um dos meus lugares favoritos no mundo. Foi definitivamente estressante chegar aqui, mas estou feliz por estar saudável e voltar a fazer o que amo. Senti muita falta de competir. ”

Caroline Marks. Foto: WSL/ Dunbar

Caroline quase ficou de fora da competição, pois testou positivo em seu exame de Covid-19 e acabou não embarcado para a Austrália junto com os outros Tops e o Staff da WSL para a quarentena.

Contudo, após um novo exame comprovou que se trata de um falso positivo e a norte-americana viajou às pressas para a Austrália e quase fica de fora da etapa.

A tetracampeã mundial Carissa Moore (HAV) também se destacou no primeiro dia. Moore mostrou muito power surf em sua bateria de abertura em Merewether, abrindo caminho para uma vitória tranquila sobre Philippa Anderson (AUS)  e Sage Erickson (EUA).

Stephanie Gilmore (AUS) também deu show. A sete vezes campeã mundial parecia animada enquanto se mantinha ocupada durante todo o heat para superar Bronte Macaulay (AUS) e Johanne Defay (FRA) na quarta bateria da primeira rodada.

Sally Fitzgibbons. Foto: WSL/ Dunbar

Sally Fitzgibbons (AUS) conquistou um total de 14.00 pontos, que incluiu uma pontuação quase excelente de 7.83 pontos (de 10 possíveis) para a sua vitória na bateria.

Assim como John John Florence, Fitzgibbons é conhecida pelo seu surf em ondas grandes, mas o seu desempenho ontem em ondas mais pequenas lembrou a todos o quão bem ela surfa nos dias menores.

“É tão bom estar de volta à competição e com uma multidão na praia, especialmente australiana ”, disse Fitzgibbons. “O primeiro heat é sempre emocionante e definitivamente tive muita energia para ele. A minha preparação foi boa e fiz um ótimo free surf antes. Eu tentei algumas manobras progressivas que não saíram muito bem, mas definitivamente tentarei mais no meu próximo heat”, declarou.

Tatiana Weston-Webb. Foto: WSL/ Dunbar

Já a brasileira Tatiana Weston-Webb também avançou, ficando com a segunda colocação na última bateria da primeira rodada.

Tati garantiu sua vaga nas oitavas de final ficando em segundo lugar em bateria vencida pela australiana Isabella Nichols.

A próxima chamada acontece às 19h15 horas desta quinta-feira, 1 de abril (horário de Brasília) e podem ser acompanhadas ao vivo aqui na Hardcore.

Veja como foram as disputas do masculino AQUI.

Rip Curl Newcastle Cup | Resultados da primeira fase

1 Sally Fitzgibbons (AUS) 14.00, Nikki Van Dijk (AUS) 10.27, Macy Callaghan (AUS) 8.44
2 Tyler Wright (AUS) 13.37, Lakey Peterson (EUA) 10.50, Keely Andrew (AUS) 8.90
3 Carissa Moore (HAV) 13.73, Philippa Anderson (AUS) 10.70, Sage Erickson (EUA) 10.13
4 Stephanie Gilmore (AUS) 13.50, Bronte Macaulay (AUS) 9.27, Johanne Defay (FRA) 8.56
5 Caroline Marks (EUA) 14.93, Courtney Conlogue (EUA) 11.10, Brisa Hennessy (CRI) 10.10
6 Isabella Nichols (AUS) 9.84, Tatiana Weston-Webb (BRA) 9.73, Malia Manuel (HAV) 8.14

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias