Publicidade:

John John Florence não irá mais competir no CT este ano

O havaiano John John Florence anunciou que não irá mais participar do Championship Tour – CT em 2021.

A decisão foi divulgada por Florence por meio de suas redes sociais, onde o bicampeão mundial escreveu:

Decidi não participar dos próximos dois eventos da WSL no México e no Taiti. Foi uma decisão muito difícil de tomar, mas não estou 100% recuperado da minha cirurgia no joelho e estou tentando fazer o que é mais certo para a minha saúde e objetivos futuros. A oportunidade de surfar em Tóquio era única na vida e foi um risco que estive disposto a correr.

Mas, agora, ao olhar para o resto do ano e após conversar com a minha equipe médica, o melhor é continuar com a fisioterapia pelos próximos 60 dias. Quero ter certeza de que não há nada que me impeça de competir e surfar da maneira que desejo a longo prazo.

Com tudo isto dito, posso afirmar que estarei pronto para o WSL Pipe Masters!  Boa sorte a todos que ainda estão na corrida pelo título mundial – será um final de ano emocionante! Obrigado por todo o apoio”, escreveu (veja o post ao final da matéria).

Leia também: 
+ É prata histórica! Kelvin Hoefler garante a primeira medalha para o Brasil 

+ Extraordinária, Rayssa Leal é prata no skate street feminino

+ Adriano de Souza fala sobre saúde mental de surfistas profissionais: “Isso pesa”

A notícia foi mal digerida pelos fãs de Kelly Slater, que acusaram o havaiano de ser “egoísta”, por ter privado o onze vezes campeão mundial de participar das olimpíadas sabendo que não estaria 100 % curado de sua lesão.

Você deveria ter dado sua vaga ao Slater. Sua decisão manchou nosso legado”, escreveu um hater.

Após sofrer uma lesão no joelho durante as oitavas-de-final do Margaret River Pro, terceira etapa da perna australiana do CT, John John Florence anunciou que iria voltar aos EUA para se focar em sua recuperação com o objetivo de estar apto a defender os EUA nos jogos olímpicos do Japão.

O bicampeão mundial havaiano competiu nas olimpíadas como membro da equipe de surf olímpica dos EUA e era tido como um dos favoritos ao ouro, mas não surfou bem e acabou eliminado pelo seu compatriota, Kolohe Andino, na terceira rodada, após se classificar na repescagem do evento.


Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias