É prata histórica! Kelvin Hoefler garante primeira medalha do Brasil

Mais Lidas

Após muita emoção e uma sequência de apresentações de altíssimo nível, o skatista Kelvin Hoefler garantiu a medalha de prata para o Brasil no skate street da Tóquio 2020 nesse sábado, 24/7, no Ariake Sports Urban Park, em um dia histórico para o skate mundial.

O paulista de 27 anos, atual número 4 do mundo, hexacampeão mundial e bicampeão do X-Games, escreve seu nome na história do skate (que faz sua estreia olímpica) e consagra-se por trazer a primeira medalha ao quadro brasileiro da Tóquio 2020.

25.07.2021 – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 – Preliminares de skate masculino no Ariake Urban Sports Park em Tóquio. Na foto Kelvin Hoefler medalha de prata na competição. . Foto: Jonne Roriz/COB

É prata: Kelvin Hoefler

Kelvin Hoefler conquistou a prata ao somar 36,15 na final, atrás apenas do japonês Yuto Horigomi, que somou 37,18. O americano Jagger Eaton completou o pódio com 35,35.

Vale lembrar que o skatista brasileiro manteve-se na liderança até o fim da segunda rodada, com 17,82 de somatório, prosseguindo líder consistente até a terceira tentativa das cinco manobras. Depois viu a rápida troca de guarda entre os líderes Nijah Huston, Jagger Eaton e, por fim, Yuto Horigome, que consolidou a medalha de ouro com um 9,30 na última manobra. A nota de 9,34 colocou o brasileiro, que estava em terceiro, na segunda posição final.

25.07.2021 – Jogos Olímpicos Tóquio 2020 – Preliminares de skate masculino no Ariake Urban Sports Park em Tóquio. Na foto Kelvin Hoefler medalha de prata na competição. . Foto: Jonne Roriz/COB

Leia: 
+ Guia das Olimpíadas: tudo sobre o skate

Também representaram o skate street do Brasil neste sábado, 24/7, o brasiliense Felipe Gustavo e o paulista Giovanni Vianna. Gustavo abriu a apresentação do skate street e terminou somando 24,75, insuficientes para seguir à final e terminou sua participação olímpica em 14º lugar. Na última bateria, Vianna fez duas boas voltas, mas errou três vezes nas manobras individuais, somou 28,15 e ficou fora da final, encerrando na 12ª posição.

Leia também: 
+ Nijah Huston: natural ou sobrenatural? Conheça a história desse fenômeno do skate

Street feminino

O Brasil estreia no skate olímpico feminino amanhã, 25/7, a partir das 20h30 (de Brasília). As atletas Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Letícia Bufoni, representam o país na categoria e contam com grandes chances de medalha.


Últimas Notícias