Dezessete anos após comprar Hurley por 120 milhões de dólares, Nike confirma venda de marca de surfe para conglomerado norte-americano Bluestar Alliance

Por Redação HC

Três meses após os primeiros rumores, revelados pela Reuters, de que a Nike iria se desfazer da Hurley, o negócio foi enfim concluído. A marca de surf que atualmente patrocina nomes como Filipe Toledo, John John Florene e Julian Wilson, entre muitos outros, foi vendida para o grupo Bluestar Alliance LLC, um conglomerado dono de diversas marcas do setor de vestuário.

“Apreciamos a maneira como Bob [Hurley, fundador da marca] e seu time construíram a Hurley para se tornar uma das marcas de surfe mais inovadoras”, diz Michael Spillane, presidente de categorias e produtos da Nike internacional. “Essa mudança de donos permitirá um maior foco e o crescimento intencional do investimento em aumentar o potencial da Hurley”, continua ele, em declaração publicada pelo Business Wire.

CEO da Bluestar Alliance, Joey Gabbay declarou que vê a Hurley “continuando a evoluir como uma marca de lifesytle em 360 graus, com esportes de ação no papel principal”.

Não foi revelado o valor da venda. Até o momento também se sabe muito pouco sobre os planos de gestão do novo grupo da Hurley para a marca — se serão mantidos os investimentos em parcerias com a WSL ou em patrocínio de seu numeroso e caro grupo de atletas.

Veja também:
Surfistas assumem linha de frente no combate ao óleo na Bahia
Não é só Pipe: John John está inscrito em todos os eventos da Triple Crown
Pipeline desperto com 1º grande swell do inverno; veja melhores momentos