Federação Pernambucana de Surf adere a protesto contra CBSurf: “decisão arbitrária, ditatorial, unilateral e em total desrespeito ao estatuto”

Por Redação

A Federação Pernambucana de Surf  decidiu por aderir aos protestos levantados por grande parte dos surfistas profissionais brasileiros contra o novo circuito anunciado no início deste ano pela Confederação Brasileira de Surf (CBSurf).

Entenda: Raoni Monteiro pede a saída do presidente da CBSurf 

Em um comunicado assinado pelo seu presidente, Pedro dos Santos Lima, a federação de Pernambuco informa que “é totalmente contra o fechamento do circuito brasileiro de 2020, como lançado pela CBSurf”, explicando que, no seu entender, trata-se de “uma decisão arbitrátia, ditatorial, unilateral e acima de tudo em total desrespeito ao seu estatuto que determina que tais decisões sejam tomadas pelo Conselho Diretor em conjunto com as filiadas e os representantes dos atletas”.

“Fica aqui nosso repúdio expresso à CBSurf, e esperamos que as demais federações estaduais defendam os seus direitos estatutários e de seus atletas”

A adesão de uma federação estadual ajuda a dar peso e volume ao protesto contra a CBSurf, que começou a ganhar força com as manifestações de Raoni Monteiro mas que remontam a uma série de falhas da entidade desde 2018.

Em janeiro de 2020, a confederação anunciou um circuito brasileiro fechado, sendo que os surfistas participantes estavam determinados pelos resultados do circuito anterior da entidade, entre outros critérios.

Na época de disputa do circuit0 de 2019 da CBSurf, nunca houve qualquer menção a um processo classificatório para um novo campeonato na temporada seguinte, o que despertou os onda de protestos.

A carta da Federação Pernambucana foi compartilhada por diversos surfistas, entre eles o carioca Marcelo Trekinho.

“Pernambuco tá fazendo sua parte! Eu imploro a união da nossa comunidade. Vamos mostrar nossa força. O bem sempre vence o mal”, escreveu o surfista e apresentador do Canal Off.

Veja:
Raoni Monteiro “dá bronca” em Medina e Ítalo
Adriano de Souza responde Raoni Monteiro sobre CBSurf