A WSL anunciou nesta terça a mudança no nome oficial da próxima para do circuito mundial: o Corona Bali Pro agora se chama Corona Bali Protected. A mudança é parte de uma campanha da patrocinadora principal do evento para alertar sobre os altos níveis de poluição por derivados do plástico nos oceanos.

A mudança também faz parte de uma parceria da Corona com a Parley, organização que promove diversas iniciativas de proteção aos oceanos. 

A ideia é que Bali se torne uma espécie de piloto de um projeto firmado entre as duas partes, em que a Corona se compromete e limpar e proteger completamente de qualquer poluição plásticas 100 ilhas ao redor do mundo até o ano de 2020.

PERNA BALINESA

Depois de duas etapas e meia na Austrália e uma no Brasil, a WSL chega à Indonésia para uma inédita sequência de dois eventos. Depois de concluir o recém-renomeado Corona Bali Protected, em Keramas, o circuito vai para as esquerdas de Uluwatu, no outro lado da ilha, onde serão realizadas as trinta baterias remanescentes (somando os eventos masculino e feminino) do Margaret River Pro.

O período de espera da etapa de Keramas vai do dia 27 de maio ao 9 de junho.

VEJA TAMBÉM:

Confirmado: surf nas Olimpíadas de Tóquio NÃO vai ser em piscina de ondas

Igor Roichman Gouveia: seis a zero, sete a um e Filipe Toledo 100% no Brasil

Zeke Lau: “É um tapinha amoroso. Só pra ele saber que eu estou aqui” #Tournotes