28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024

Circuito Taça Brasil define os campeões neste domingo em Paracuru (CE)

O sexto e penúltimo dia de disputas da etapa de abertura do Circuito Taça Brasil de Surf Profissional definiu os semifinalistas da categoria Masculino e as quartas de final da categoria Feminino.

O sábado (23) teve início com a Fase 3 da categoria Feminino com a realização de quatro baterias de três surfistas avançando duas para as quartas de final.

Na primeira bateria destaque para a cearense da novíssima geração, Gabriely Queiroz. Local da Praia do Titanzinho e habituada às ondas da Praia do Ronco do Mar, Gaby comandou as ações na bateria.

Muito ativa durante toda a disputa, ela procurou as ondas o tempo inteiro e conseguiu avançar na primeira colocação trazendo consigo a paulista Sophia Gonçalves, que avançou na segunda colocação. Com apenas 15 anos, Gabriely tem sido apontada como a grande revelação da etapa de abertura da Taça Brasil 2024.

A segunda bateria do dia foi marcada pela maior nota do evento entre as mulheres, assinalada pela local hero Silvana Lima. Dando as cartas do início ao fim da bateria, Silvana liderou praticamente toda a bateria e não chegou a ser ameaçada em momento algum, mostrando mais uma vez porque quando o assunto é Ronco do Mar, ela é sempre favorita.

Em sua melhor onda, que lhe valeu 8,67, há pouco menos de 1 minuto do término da bateria, Silvana mostrou todo o seu talento e técnica para arrancar gritos da torcida que lotava as areias do Ronco do Mar.

“Estou superfeliz de estar nas quartas de final do evento… melhorando a cada bateria, isso é legal, é importante. Estou com um equipamento muito bom, essa prancha foi a mesma que eu usei quando venci aqui no ano passado, pena que ela já está se acabando porque ela não é de epoxi, como a maioria das pranchas desse evento, ela é PU. e acaba se desgastando mais rapidamente… E é isso, estou muito feliz com minha performance e obrigado a todo mundo que está torcendo por mim. Continuem na torcida”, declarou Silvana em entrevista após a vitória.

Na bateria de número três tivemos uma disputa de gerações, com a paraibana, Diana Cristina mostrando que ainda está em grande forma. Em um duelo à parte com a campeã do circuito Júlia Duarte (RJ), Tininha mostrou todo o seu talento na última onda da bateria, desferindo quatro fortes manobras de backside finalizando com uma forte batida na junção para cravar um 5,90 e avançar na primeira colocação, trazendo a carioca na segunda colocação.

Na quarta e última bateria do dia entre as mulheres destaque para a paulista Júlia Santos e a paranaense Nathalie Martins, que avançaram na primeira e segunda colocações, respectivamente, garantindo as últimas duas vagas para as quartas de final.

HOMENS AO MAR

Entre os homens, o dia foi dedicado à realização das baterias das quartas de final definindo os nomes dos quatro semifinalistas. O primeiro duelo foi entre o atual campeão do circuito, Ryan Kainalo-SP e o experiente surfista cearense Michel Roque. Apesar do atual Campeão Mundial Junior da ISA ter liderado a bateria inteira até os últimos segundos, o paulista não aproveitou a prioridade e deixou o Michel livre para, faltando apenas 30 segundos para o término da bateria, pegar a sua melhor onda, desferindo sete fortes manobras de backside para cravar uma nota 7.0 e arrancar das mãos de Ryan a primeira vaga para as semifinais.

Após uma breve pausa para que a maré enchesse um pouco mais, tivemos na segunda bateria das quartas o duelo entre Luan Ferreyra-PE e Israel Júnior-RN, com o pernambucano levando a melhor sobre o local de Baía Formosa, que vinha on fire, fez a maior nota da bateria, mas não conseguiu uma segunda boa nota e acabou se despedindo do evento na quinta colocação.

Na terceira bateria um duelo cearense dividiu a torcida que estava na praia com o local Thiago Eduardo sendo empurrado pelos amigos que só faltavam entrar na água. Contudo, a experiência do campeão Brasileiro Profissional 2019, Artur Silva, falou mais alto e Artur dominou a bateria do início ao fim, abrindo os trabalhos com um 8,50 colocando muita pressão no local Thiago Eduardo, que não conseguiu avançar, finalizando o evento na quinta colocação. Com o resultado Artur garantiu a terceira vaga para as semifinais no domingo de decisões.

A última bateria do dia foi mais um duelo eletrizante em que os competidores se revezaram na liderança em um dos duelos mais equilibrados do dia. No final, quem se deu melhor foi o representante do Espírito Santo, Léo Andrade, que conseguiu aproveitar melhor as oportunidades que teve, para garantir a última vaga para as semifinais, que rolam nesse domingo.

DOMINGO DE DECISÕES

A chamada para este domingo (24), último dia do evento, está prevista para às 5h30, com possível início da competição às 6h com as baterias das quartas de final da categoria Feminino, seguidas pelas semifinais do Masculino, semifinais do Feminino, Final Feminino e Final do Masculino, fechando os 11 dias do Pena Paracuru Surf Festival 2024. Lembrando que o cronograma está sujeito a alterações.

Quartas de Final Feminino

  1. Gabriely Queiroz-CE x Alexia Monteiro-RS
  2. Silvana Lima-CE x Sophia Gonçalves-SP
  3. Diana Cristina-PB x Nathalie Martins-PR
  4. Julia Santos-SP x Julia Duarte-RJ

Semifinais Masculino

1 Michel Roque-CE x Luan Ferreyra-PE

2 Artur Silva-CE x Leo Andrade-ES

A CBSurf transmite o evento ao vivo.

Veja também
+ Vale a pena ver de novo: Kelly já estava “grávido” em Kirra
+ João Chianca fala sobre sua lesão cerebral e retorno ás competições
+ Inciativa global busca preservar ondas e ecossistemas

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias