Chloé Calmon fatura segundo título do Vans Duct Tape Festival, campeonato exclusivo para loggers convidados em Ericeira, Portugal

Por Redação HC

A competição pode não ser a coisa mais importante do Vans Duct Tape Festival, evento paralelo aos circuitos da WSL idealizado e realizado pelo longboarder Joel Tudor. Mas quando a campeã entre as mulheres é uma atleta que vem papando títulos no ano, chegando ao seu 3º troféu antes do final do semestre, é sinal de que as coisas vão bem.

É esse o momento que vive Chloé Calmon. A carioca venceu o charmoso evento disputado apenas por loggers convidados neste domingo (19), em Ericeira, Portugal, na praia de Ribeira D’Ilhas. É a segunda vez que ela participa do campeonato e a segunda que ela vence.

Se no primeiro a própria Chloé se surpreendeu com o resultado, já que o formato do Duct Tape é um pouco diferente das demais competições de long — sem cordinha, somente com monoquilhas e todas acima de 9’4″ — , na edição atual a brasileira era certamente uma das mais bem cotadas.

“Fiquei apenas 5 dias no Rio, onde fui competir na etapa brasileira da World Surf League e vim direto para Portugal. Saí do Brasil com água quente, sol, e cheguei em Portugal com agua fria, temperatura de 12 graus, ondas grandes e muito vento. Além disso tive que mudar a prancha de competição e estava preocupada se conseguiria me adaptar a tempo. Mas deu tudo certo e consegui o título, estou realmente muito feliz”, disse Chloé.
No circuito de Longboard da WSL, Chloé venceu a primeira das quatro etapas, em Noose Heads, Austrália, e é a líder. A próxima etapa é apenas no final de agosto, na Galícia, Espanha.
VEJA TAMBÉM:
– FILIPE E MICHAEL CHEGAM ÀS QUARTAS EM KERAMAS; MEDINA CAI
– ONDULAÇÃO ENCAIXA EM THE WEDGE E SUICIDAS ASSUMEM O PICO
– SILVANA LIMA VENCE CAROLINE MARKS E ESTÁ NAS QUARTAS EM KERAMAS