Publicidade:

Além dos brasileiros, quem vence em Trestles?

Além dos brasileiros, quem vence o título mundial em Trestles em 2021?

No podcast da WSL (assista abaixo), Coco Ho, Ross Williams e o 11x campeão mundial Kelly Slater, debatem esse e outros assuntos.

Enfim, Slater conhece o surf profissional. Possivelmente melhor do que qualquer outra pessoa em todo o mundo. Enfim, você não consegue 11 títulos mundiais por não saber, afinal, e Kelly basicamente desenhou o mapa de todas as voltas e reviravoltas do surf profissional.

Leia também: 
+ “Mentes ociosas causando problemas,” diz Mark Richards sobre formato surf off
+ WSL anuncia formato surf off em Trestles e causa polêmica

Entre os assuntos, quem realisticamente (além de Filipe, Medina ou Italo) tem chances pelo título mundial masculino; as chances do estreante Morgan Cibilic permanecer entre os cinco finalistas até o final do ano, e os benefícios de ter sérias rivalidades em turnê.

A primeira pergunta de Coco Ho à dupla é a seguinte: vocês conseguem ver alguém além de Gabriel, Filipe e Italo vencendo o título?

Kelly Slater cita Griffin Colapinto e que embora não seja esperado que o californiano chegue entre os Top 5, ele tem chances de título com este novo formato e a escolha da onda de Trestles.

Na sequência, Williams concorda com Slater a respeito de Griffin, e cita um novo nome: Kanoa Igarashi para o posto possível de campeão, dando de 25 a 30% de chances para que qualquer um desses nomes levem o caneco para casa. “Não sei, tem sido um ano estranho, tudo pode acontecer,” diz Williams.

Depois, Slater elogia o surf de Griffin especialmente nas direitas de Trestles, e disse que o principal desafio será lidar com a velocidade de caras como Filipe Toledo.

O próximo assunto do papo é a surpresa australiana do Tour, Morgan Cibilic. Clique e confira na íntegra abaixo:

Veja mais episódios em Worldsurfleague.com.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias