Filipe Toledo passa por local Benji Brand e mantém vivas esperanças de título mundial

Por Redação HC

Filipe Toledo venceu o havaiano Benji Brand na primeira bateria da repescagem do Billabong Pipe Masters, neste domingo (16), e manteve assim viva a esperança de conquistar o campeonato mundial de 2018.

Filipe começou a bateria no comando das ações, dominando o pico e escolhendo com precisão a primeira boa onda que entrou, uma esquerda limpa, tubular, rolando perfeita para Pipeline (imagem de capa). A onda, a primeira onda do dia foi avaliada em 8 pontos pelos juízes.

O brasileiro acabou escolhendo ondas com menor potencial nos seus próximos drops, acumulando algumas notas baixas. Seu rival no duelo buscou sempre algumas bombas. Muito atrás do pico, morreu dentro das primeiras.

Benji viroua bateria quando apostou em ondas menores para Pipe, com um 7,33 e uma onda na casa dos 4 pontos. Filipe precisava de 3,76 pontos quando pegou uma onda sem tanto potencial para a esquerda, que seria certamente sua última chance. Ele conseguiu explorar muito bem todo o potencial da onda, maximizando o tempo dentro do tubo com uma ótima técnica de backside. Os juízes deram 4,70 e consagraram uma virada que deve dar a Filipe um pouco da confiança que demonstrava no começo do ano.

Para sagrar-se campeão, Filipe Toledo depende de resultado de Gabriel Medina, que está do outro lado do chaveamento. Se Medina chegar à final, o título é dele. Se for eliminado na semi, Filipe precisa vencer o Pipe Masters para conquistar o título. Se Medina for eliminado antes da semi, Filipe precisará chegar à final para conquistar o título mundial.

O Pipe Masters segue hoje com baterias simultâneas, provavelmente até o final do round três. Acompanhe ao vivo em www.worldsurfleague.com

Billabong Pipe Masters – round 2:

1: Filipe Toledo 12,70 x 11,76 Benji Brand
2: Owen Wright x Seth Moniz
3: Wade Carmichael x Caio Ibelli
4: Kanoa Igarashi x Keanu Asing
5: Kolohe Andino x Miguel Pupo
6: Willian Cardoso x Kelly Slater
7: Adrian Buchan x Ryan Callinan
8: Jeremy Flores x Ian Gouveia
9: Ezekiel Lau x Jessé Mendes
10: Sebastian Zietz x Patrick Gudauskas
11: Frederico Morais x Connor O’Leary
12: Joan Duru x Tomas Hermes