Publicidade:

WSL divulga baterias do Billabong Pro Pipeline

Nesta quinta-feira, 20 de janeiro, a WSL divulgou as baterias da primeira fase do Billabong Pro Pipeline, etapa que abre o circuito mundial de surf em 2022, nas ondas do Havaí a partir de 29 de janeiro.

Vale lembrar que na primeira fase nenhum surfista é eliminado. Contudo, os dois primeiros colocados avançam diretamente para terceira rodada, enquanto o terceiro colocado disputa uma espécie de repescagem.

A configuração das baterias poderá ser alterada caso o australiano Ryan Callinan não consiga ser recuperar a tempo da lesão sofrida no pulso, na última semana.

Callinan está escalado pala a 11ª bateria da rodada, onde enfrentaria John John Florence (HAV) e Nat Young (EUA).

Os top 3 do mundo, Gabriel Medina, Italo Ferreira e Felipe Toledo, entram na água logo no início do evento.

Vice-campeão no Pipe Masters de 2021 e atual campeão mundial de surf, Gabriel Medina enfrenta Jake Marshall (EUA) e Miguel Tudela (PER) na sexta bateria.

Medalha de ouro nos Jogos de Tóquio e terceiro colocado no ano passado, Italo Ferreira está na quarta bateria, contra o australiano Liam O’Brien e o sul-africano Matthew McGillivray.

Em seguida, Filipe Toledo enfrentará Connor O’Leary (AUS) e Barron Mamiya (HAV) na quinta bateria.

Já o primeiro brasileiro a competir no masculino será Miguel Pupo, logo na bateria inaugural.

No feminino, nossa única representante, Tatiana Weston-Webb, atual vice-campeã mundial, está na segunda bateria, contra as havaianas Gabriela Bryan e Malia Manuel.

Vale lembrar que esta será a primeira competição da história do CT disputada do início ao fim em Pipeline.

Baterias da 1ª fase do Billabong Pro Pipeline

Masculino

H1: Griffin Colapinto (EUA) x Miguel Pupo (BRA) x Jackson Baker (AUS)
H2: Morgan Cibilic (AUS) x Seth Moniz (HAV) x Carlos Muñoz (CRC)
H3: Conner Coffin (EUA) x Ezekiel Lau (HAV) x Owen Wright (AUS)
H4: Italo Ferreira (BRA) x Liam O’Brien (AUS) x Matthew McGillivray (AFS)
H5: Filipe Toledo (BRA) x Connor O’Leary (AUS) x Barron Mamiya (HAV)
H6: Gabriel Medina (BRA) x Jake Marshall (EUA) x Miguel Tudela (PER)
H7: Jordy Smith (AFS) x Jadson Andre (BRA) x Joao Chianca (BRA)
H8: Kanoa Igarashi (JAP) x Kelly Slater (EUA) x Lucca Mesinas (PER)
H9: Frederico Morais (PRT) x Ethan Ewing (AUS) x Imaikalani deVault (HAV)
H10: John John Florence (HAV) x Ryan Callinan (AUS) x Nat Young (EUA)
H11: Jack Robinson (AUS) x Deivid Silva (BRA) x Samuel Pupo (BRA)
H12: Kolohe Andino (EUA) x Leonardo Fioravanti (ITA) x Callum Robson (AUS)

Feminino

H1: Sally Ftizgibbons (AUS) x Courtney Conlogue (EUA) x Molly Picklum (AUS)
H2: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Gabriela Bryan (HAV) x Malia Manuel (HAV)
H3: Carissa Moore (HAV) x Brisa Hennessy (CRC) x Moana Wong (HAV)
H4: Johanne Defay (FRA) x Isabella Nichols (AUS) x Luana Silva (HAV)
H5: Stepahnie Gilmore (AUS) x Tyler Wright (AUS) x India Robinson (AUS)
H6: Caroline Marks (EUA) x Lakey Peterson (EUA) x Bettylou Sakura Johnson (HAV)

Encerrado o evento de Pipeline, o circuito da WSL permanece no Havaí, com a etapa em Sunset Beach, de 11 a 23 de fevereiro.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias