WSL lança vídeo com os melhores momentos de Gabriel Medina desde que entrou no Championship Tour, em 2011, até hoje. Assista

Por Redação HC

Gabriel Medina arrombou a porta da frente da elite mundial em 2011, ganhando duas etapas nos seus primeiros seis meses como um Top 34, e de lá pra cá colecionou momentos incríveis nas baterias do mais alto nível do surfe competitivo mundial.

A WSL vem compilando, desde o fim do ano passado, os melhores momentos de seus principais surfistas no Championship Tour em vídeos do tipo high-performance, como se fossem edits desses que os free-surfers lançam a cada sei lá quanto tempo.

Assista também: Espetacular — os melhores momentos de Italo Ferreira no CT

Acontece que o Medina tem tanta onda incrível surfada que até a WSL se esqueceu de algumas coisas. A bem da verdade, algumas são difíceis de esquecer, como as duas ondas da bateria de quartas de final do Pipe Masters 2018, contra Conner Coffin, quando inverteu uma combinação em questão de minutos com direito a uma das melhores ondas já surfadas por um goofy em Backdoor na história do campeonato.

Pois é, essa onda, por exemplo, não está no vídeo. Nem o floater monstruoso em Bells 2019, na bateria que deveria ter ganhado de John John (mais um clássico da WSL).

De qualquer forma, o vídeo com os melhores momentos de Gabriel Medina é alucinante. E pra não dizer que só criticamos, a seleção tem boas escolhas, como o tubaço em Snapper, 2018, que seria a melhor onda daquele dia se os juízes não tivessem punido o score com uma interferência em Leo Fioravanti, e a briga de rabeadas com Caio Ibelli, que, pro bem ou pro mal, entraram, sim, para a história.

Chega de convera. Dá o play.

Veja também: Slater vai construir a maior piscina de ondas já feita — no meio de um deserto