Publicidade:

Vazamento de óleo na serra contamina natureza em Maresias

Um vazamento de óleo na serra de Maresias contaminou a região, com poluentes causando danos à água e ao solo. O acidente aconteceu na última segunda-feira (20/9) e a Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), autuou a Risel Combustíveis Ltda. na última terça-feira (21/9).

A empresa é a proprietária do caminhão de diesel que tombou e derramou combustível no ambiente ao redor. O acidente aconteceu no trecho de serra Maresias-Boiçucanga. O veículo capotou em uma ribanceira e boa parte do óleo vazou. Ninguém ficou ferido e o trânsito ficou bloqueado por 8 horas.

+ Lucas Silveira encontra direitas infinitas no México
+ Silvana Lima e Claudinha Gonçalves analisam o legado olímpico para o surf feminino
+ Instituto Gabriel Medina: surfista teria exigido saída da mãe

A Prefeitura de São Sebastião autuou a empresa em R$ 50 mil. Boa parte do óleo vazou e se infiltrou no solo, atingindo um curso d’água e a vegetação, com risco de atingir o mar da praia de Maresias.

Para evitar a expansão do diesel, foram dispostas barreiras de contenção no córrego e instaladas mantas absorventes nas áreas de terra atingidas.

Neste momento, a empresa está entrando com processo de descontaminação do solo desde o local de início do vazamento, descendo por dentro da serra até chegar ao córrego, retirando todos os resíduos.

Após essa ação, a praia estará apropriada para ser liberada novamente. A Prefeitura de São Sebastião continua acompanhando a situação in loco, por meio da Defesa Civil e da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), em parceria com a Cetesb.

O caminhão responsável pelo vazamento de óleo em Maresias foi retirado do local do acidente com auxílio de um guincho na tarde da terça-feira (21) e o trânsito na serra de Boiçucanga flui normalmente desde então.

via Radar Litoral

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias