Publicidade:

US Open: Alex Ribeiro e Lucas Silveira são o Brasil em Huntington

Diferente dos quatro primeiros dias, na sexta-feira a participação brasileira no US Open of Surfing não começou com eliminação, mas com vitória de Alex Ribeiro.

O paulista da Praia Grande competiu na melhor hora do mar e começou com nota 5,50, em uma onda que abriu a parede para fazer várias manobras, até perto das pilastras do píer de Huntington. O havaiano Ezekiel Lau logo assumiu a ponta com 4,17 e 5,67 em suas duas primeiras ondas, enquanto o japonês Hiroto Ohhara não encontrava nada para surfar.

O brasileiro encostou no líder numa onda que valeu 4,73 e confirmou a vitória com o 7,33 recebido numa esquerda que já iniciou voando em um aéreo reverse perfeito, seguindo até o inside, quando a onda virou para a direita para mandar uma batida de backside e outra mais explosiva na junção.

Veja também:

+ Italo Ferreira desce a ladeira da Laje da Jaguá

+ Títulos mundiais de Longboard serão definidos na Califórnia

+ Praia Vermelha de Ubatuba quebrando clássica

O havaiano surfou mais uma onda boa, mas não tirou a vitória de Alex Ribeiro por 12,83 a 12,10 pontos. O japonês Hiroto Ohhara, campeão do US Open of Surfing em 2015, só somou 7,77 nas duas notas e ficou em 17.o lugar esse ano.

Alex Ribeiro foi um dos 11 titulares da “seleção brasileira da WSL” esse ano, mas não conseguiu ficar entre os 20 primeiros colocados do ranking, que foram mantidos na elite para 2022. Agora, a chance de se manter no grupo dos melhores surfistas do mundo, é buscar uma das doze vagas do WSL Challenger Series 2021, que está sendo iniciado na Califórnia.

US Open of Surfing Alex Ribeiro
Lucas Silveira. Foto: Kenny Morris/World Surf League

A sexta-feira terminou com mais dois brasileiros disputando classificação para as oitavas de final. O paulista Edgard Groggia estava invicto em Huntington Beach, mas seus adversários começaram melhor e, dessa vez, ele não conseguiu repetir as boas atuações da primeira e da segunda fases do evento. Edgard terminou em 17.o lugar na Califórnia.

Na última bateria do dia, as condições do mar já estavam bem deterioradas pela força do vento, mas Kade Matson ainda achou duas ondas boas para totalizar 12,33 pontos. Foi a quarta vitória e a sétima classificação norte-americana para as oitavas de final. A briga pela última vaga foi nivelada por baixo. Lucas Silveira fez o máximo que pode nas ondas que pegou, conseguindo superar o sul-africano Shane Sykes por 9,37 a 8,07 pontos.

Os sete norte-americanos classificados, ficaram divididos em seis baterias das oitavas de final e os brasileiros vão enfrentar dois deles. Alex Ribeiro vai disputar a quarta vaga para as quartas de final com Nolan Rapoza e Lucas Silveira encara Cole Houshmand na sétima bateria. O peruano Alonso Correa está na quinta com o australiano Liam O´Brien, vice-campeão do último US Open em 2019, vencido pelo brasileiro Yago Dora.

FEMININO – Na categoria feminina, as norte-americanas também fizeram as honras da casa, com quatro surfistas passando para as quartas de final e só uma sendo eliminada na sexta-feira. Elas vão disputar vagas para as semifinais em todas as baterias, três delas contra surfistas do Havaí. A outra classificada é do Japão, que derrotou a última representante da Espanha.

US Open of Surfing Alex Ribeiro
Courtney Conlogue. Foto: Kenny Morris/World Surf League

Na primeira quarta de final, Caroline Marks enfrenta Gabriela Bryan. Na segunda, tem a jovem Sawyer Lindblad contra a experiente Coco Ho. E na última, o duelo é de Courtney Conlogue, campeã do US Open em 2018, com Bettylou Sakura Johnson, que derrotou a única norte-americana na sexta-feira e com a melhor apresentação do dia. Já a japonesa, Sara Wakita, pega outra surfista da nova geração americana na terceira bateria, Caitlin Simmers.

A primeira chamada para o US Open Surfing foi marcada para às 7h30 na Califórnia, 11h30 no Brasil, neste sábado (25).

PRÓXIMAS BATERIAS DO US OPEN OF SURFING:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.500 pontos:
1.a: Shun Murakami (JPN) x Jake Marshall (EUA)
2.a: Mihimana Braye (FRA) x Callum Robson (AUS)
3.a: Kolohe Andino (EUA) x Ezekiel Lau (HAV)
4.a: Alex Ribeiro (BRA) x Nolan Rapoza (EUA)
5.a: Liam O´Brien (AUS) x Alonso Correa (PER)
6.a: Griffin Colapinto (EUA) x Cam Richards (EUA)
7.a: Lucas Silveira (BRA) x Cole Houshmand (EUA)
8.a: Kanoa Igarashi (JPN) x Kade Matson (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 5.000 pontos:
1.a: Caroline Marks (EUA) x Gabriela Bryan (HAV)
2.a: Coco Ho (HAV) x Sawyer Lindblad (EUA)
3.a: Sara Wakita (JPN) x Caitlin Simmers (EUA)
4.a: Courtney Conlogue (EUA) x Bettylou Sakura Johnson (HAV)

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias