Publicidade:

Italo Ferreira desce a ladeira da Laje da Jaguá

Em viagem por Santa Catarina, Italo Ferreira, foi conhecer de perto a famosa onda da Laje da Jaguá, em Jaguaruna.

A princípio, o potiguar campeão do mundo e primeiro medalhista olímpico de surf da história, iria surfa a onda da Praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta, porém, as condições não estavam boas.

Foi então que os amigos que acompanhavam Italo tiveram a ideia de entrar em contato com Thiago Jacaré, do grupo Jagua Boys, locais da Laje da Jagua, para saber se haveria possibilidade de surf no pico.

Veja também:

+ John John Florence divulga clipe inédito

+ Títulos mundiais de Longboard serão definidos na Califórnia

+ Praia Vermelha de Ubatuba quebrando clássica

Apesar das condições não estarem as ideais, Jacaré confirmou que havia ondas quebrando na laje e fez o convite para uma sessão de surf.

A session rolou na última quarta-feira (22) em ondas com bom tamanho, mas, de fato, com a formação um pouco prejudicada por conta do vento maral.

Mesmo assim, Italo Ferreira ficou impressionado com o potencial da Laje, que, não por acaso, se tornou um dos destinos mais procurados por de surfistas de onda grandes no Brasil.

A onda tem potencial. Infelizmente o vento estava um pouco forte e prejudicou a formação. Mas peguei boas ondas mesmo assim. Quero voltar aqui com as condições ideais, pois, deu pra ver que, com o mar liso, rola uma direita muito boa e tubular”, disse Italo.

Veja abaixo algumas imagens da session de Italo Ferreira na Laje da Jaguá:

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias