26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Tubo de base trocada em Teahupo’o? Kauli Vaast deu aula; veja vídeo

A etapa do CT (Championship Tour) em Teahupo’o é de fato uma das mais aguardadas do ano. Isso porque, essa é uma onda de consequência e o pico é considerado um dos mais difíceis e perigosos do mundo.

Veja mais:

+ Teahupo’o: perigosa para as mulheres?

Medina elege onda preferida do Tour e conta sobre manobra que foi a virada da sua vida

Não tem como não torcer para Deivid Silva

E diante das emoções do primeiro dia de competição da categoria masculina, uma situação em particular chamou muita atenção: Kauli Vaast, que recebeu o wildcard por vencer as triagens, pegou um belo tubo na segunda bateria do dia. Tá, até aí tudo bem. Mas o ponto é que ele assim o fez de base trocada e depois, no meio da onda dificílima de Teahupo’o, voltou para sua base normal! Sim, isso mesmo. Se liga no vídeo abaixo:

A onda, entretanto, valeu 6.20 e não entrou no somatório do surfista goofy. Ainda sim, ele mostrou que estava realmente encaixado e terminou a bateria em primeiro lugar, com suas melhores ondas valendo 7.17 e 6.43, rendendo o somatório de 13.6. Com o resultado, ele avançou direto para o Round dos 16.

Mas voltamos aos fatos: Não tem como negar que Kauli Vaast, que compete pela França, deu uma verdadeira aula de inovação e técnica e todos ficaram surpresos com essa performance nada habitual.

O simples ato de surfar, por si só, já é difícil, de base trocada então nem se fala. E de base trocada em uma das ondas mais difíceis e perigosas do mundo? Pois é. Definitivamente, não teria como deixar essa cena passar em branco.

Com certeza, os fãs do Circuito Mundial seguem ansiosos para ver o desenrolar da etapa que inclusive está ao vivo. Clique aqui para assistir.

Será que Kauli Vaast vai pegar um tubo de base trocada ainda melhor nessa competição em Teahupo’o?

 

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias