25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Todo mundo de olho em treino de Filipe Toledo em Teahupoo

Filipe Toledo agradeceu a todos que o apoiaram durante a recente sessão de treino em Teahupoo, mas não disse ainda quando a próxima vai acontecer

O bicampeão mundial Filipe Toledo finalizou em Teahupo’o, no Taiti, o camp de treinamento organizado pela Confederação Brasileira de Surf e pelo Comitê Olímpico Brasileiro, que ocorreu entre os dias 15 e 21 de maio. Como não poderia deixar de ser, durante o período do treino de Filipe Toledo, ficou todo mundo de olho na internet aguardando as imagens do brasileiro encarando as ondas do temido pico. 

Ontem ele postou no seu portal de notícias no Instagram, @ft77news, assim como na sua página pessoal @filipetoledo, um vídeo onde completa um drop aéreo para em seguida se encaixar dentro de um tubo que acelera bancada abaixo. Nada muito impressionante comparado a vídeos e fotos de outros surfistas postados recentemente, mas nos comentários teve bastante gente apreciando o esforço de Filipe. A única outra imagem dele surfando em Teahupo’o durante essa semana de treinos é de um tubo não muito diferente desse, igualmente pouco expressivo.

Logo que saiu nas páginas de Filipe  no Instagram, o vídeo do tubo em Teahupo’o passou a ser replicado em grupos de surfistas no WhatsApp e virou notícia em sites especializados mundo afora. É natural que o interesse na atuação de Filipe em Teahupo’o seja grande. Afinal de contas, uma das razões que contaram na sua decisão de desistir de correr o Circuito Mundial em 2024, após sua participação abreviada de maneira polêmica no Lexus Pipe Pro em janeiro passado, foi poder se preparar melhor para a disputa olímpica em Teahupo’o.

Como é notório, o bicampeão mundial já admitiu que tem dificuldade em surfar ondas tubulares para a esquerda em bancadas rasas, o que tem deixado muita gente apreensiva quanto à possibilidade dele não estar à altura do desafio de representar o Brasil nas Olimpíadas, caso o mar suba pra valer em Teahupo’o. A prova será disputada no auge da temporada de ondulações de sul/sudoeste, quando as chances de ondas grandes são mais elevadas.

Esta viagem que Filipe acabou de encerrar marca o início de uma série de preparativos para os Jogos Olímpicos, onde ele terá a oportunidade de aprimorar seu surf em Teahupo’o acompanhado por um time de especialistas. Apesar de ter uma retrospectiva sem nenhum grande resultado ou performance em Teahupoo, Filipe declarou recentemente à agência Reuters que acredita na possibilidade da medalha de ouro.

 “Eu vou vencer. Eu acredito nisso“, disse ele. “Todos nós sabemos quem são os melhores surfistas em tubos. John John Florence, Gabriel Medina, Jack Robinson… mas eu também sou bom. Eu posso provar para mim mesmo que sou bom. Tenho trabalhado muito e sinto que posso me provar e espero trazer aquela medalha para casa. Então vai ser divertido.”

+João Chianca surfa mar pesado em Teahupo’o e mostra que está pronto

+Filipe Toledo acredita em ouro em Teahupo’o

+Filipe Toledo desembarca no Taiti para temporada de treinos

Sem dúvida seria uma história espetacular, pela qual certamente toda torcida brasileira e fãs de Filipe Toledo estão torcendo. Ainda faltam dois meses para o início de Paris 2024, tempo suficiente para Filipe evoluir bastante em Teahupo’o. Logicamente, o quanto ele irá melhorar irá depender diretamente do número de horas gastas surfando a onda em todas suas condições. Mas especialmente nas mais sinistras, que é onde, como se diz, os meninos são separados dos homens, e os perdedores dos vitoriosos.

 

 

 

 

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias