27 C
Papeete
quarta-feira, 24 julho, 2024
27 C
Papeete
quarta-feira, 24 julho, 2024

Tim Bonython eterniza Cloudbreak

Como resume Billy Kemper na abertura do vídeo, "hoje foi um dia que ficará para a história, com o swell entregando muito mais do que o esperado, superando todas as expectativas"

Nos últimos dias as mídias sociais foram inundadas pelas imagens do swell histórico que quebrou em Cloudbreak em 7 de março passado. Com a presença de um grupo de surfistas excepcionais, capazes de aproveitar ao máximo as condições extremas, com nomes do naipe de Nathan Florence, Billy Kemper, Jo Jo Roper, Benji Brand, Soli Bailey e os irmãos Coffin, entre outros, as filmagens resultantes mexeram com a imaginação de quem as assistiu mundo afora. Como é possível tamanho espetáculo da natureza? Nesse vídeo, o renomado cineasta de surf, e perseguidor de ondulações australiano, Tim Bonython, oferece sua perspectiva de um dia que será lembrado para sempre.

Nas palavras de Bonython, que já viu de tudo e mais um pouco quando se trata de ondulações gigantes nos mais renomados picos do planeta, “essa foi uma das melhores sessões na remada que já filmei”. Ele havia acabado de retornar a Sydney, na Austrália, após cinco meses na Europa, baseado em Nazaré, quando viu a previsão informando que uma ondulação enorme, e totalmente inesperada para essa época do ano, estava a caminho de Fiji. Foi o que bastou para Tim tomar o próximo voo disponível para o arquipélago que abriga a ilha de Tavarua.

+Nathan Florence e amigos no melhor Cloudbreak desde 2018

+Melhor Cloudbreak de todos os tempos?

O esforço valeu a pena, com Bonython encontrando condições perfeitas de vento e ondulação, além dos surfistas certos para protagonizar as performances com que todo cinegrafista sonha. Tim faz um agradecimento especial “ao rei do drone de surf, Tucker Wooding”, pela contribuição de imagens aéreas épicas.

Como resume Billy Kemper na abertura do vídeo, “hoje foi uma dia que ficará para a história. Eu surfo há mais de 30 anos, tenho 33 anos de idade e posso contar nos dedos de uma mão quantos dias eu vi assim, quando tudo se junta, você tem um bom grupo de surfistas, uma boa vibração, um bom ambiente. Você está em um dos lugares mais bonitos do mundo e o swell entrega muito mais do que o esperado, superando todas as expectativas”. As imagens de Tim Bonython confirmam cada palavra de Kemper e mesmo que algumas delas já tenham sido vistas, valem cada segundo de contemplação.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias