O descarte de lixo no mar por navios de turismo, mercantes, petroleiros e militares, chega a seis bilhões de quilos por ano e preocupa especialistas

Por Redação HC

“Navios descartam lixo no mar”, essa afirmação é de João Lara Mesquita do blog “Mar sem fim”, ambientalista que tem sua vida embarcada desde os anos de 1960.

Com muita experiência adquirida em mais de 40 mil milhas só pela costa brasileira, ele diz que flagrou muitos absurdos pelo Brasil, com degradantes cenas de belezas naturais destruídas e os mais diversos ecossistemas marinhos poluídos.

Veja também:
Exame revela mais de 100 quilos de plástico em estômago de cachalote morta

Com a chegada do verão a preocupação aumenta, quando os roteiros populares entram em ação para o deleite dos turistas que querem viver essa experiência capitalista.

Um caso emblemático de fiscalização e confissão de culpa aconteceu recentemente com a empresa Carnival Cruise Lines, que chegou a um acordo provisório para o pagamento de U$ 200 milhões em multas, por seus navios poluírem os oceanos. A própria empresa reconheceu que descarregou resíduos oleosos de seus navios da Princess Cruise Lines. E, pasmem, mesmo assim não fez nada para melhorar a conduta.

Em apenas uma semana, um navio de cruzeiro produz 75 mil litros de dejetos humanos

Os cruzeiros são o setor do turismo que mais cresce no mundo, e no Brasil já foram flagrados realizando descartes irregulares em Parques Nacionais Marinhos. Um dos principais problemas dos navios é despejo de óleo no mar e a falta da separação do lixo para reciclagem, poluindo diversos ambientes com plástico.

O jornal El País publicou recentemente a reportagem com o título “O Lado Obscuro dos Cruzeiros”, com uma série de denúncias graves sobre turismo marítimo, como prostituição, tráfico de pessoas e assassinatos em alto mar. Sobre a poluição nos Oceanos, o artigo traz informações da Environmental Protection Agency (EPA) que revelam que em apenas uma semana, um navio de 3 mil passageiros produz 75 mil litros de dejetos humanos, mais de 370 mil litros de água dos sanitários e máquinas de lavar louça, e cerca de oito toneladas de resíduos sólidos e resíduos de lavanderia tóxica.

Com a chegada das férias no Brasil, números alarmantes de poluição marítima podem disparar no território nacional.

Veja também:
Surfista de 7 anos é derrubado da prancha por tubarão; assista