28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024

Surfistas profissionais se mobilizam para ajudar vítimas das chuvas do litoral norte de SP

Diversos tops brasileiros da elite mundial do surf têm usado as redes sociais para prestar solidariedade e pedir ajuda às vítimas das chuvas no litoral norte de São Paulo.

Atual campeão mundial e cria de Ubatuba, Filipe Toledo foi uma das primeiras estrelas brasileiras do surf mundial a se mobilizar em prol das vítimas das chuvas.

Logo após vencer a etapa de Sunset Beach, Filipinho realizou uma live em seu Instagram para divulgar a tragédia e pedir ajuda a seus milhares de seguidores. Ao longo da live, Toledo indicou diversos perfis de ONGs e pessoas que estão recolhendo mantimentos em auxílio aos desabrigados.

Thiago Camarão foi um dos citados por Filipe Toledo. Morador de Juquehy, uma das praias mais atingidas pelas chuvas do litoral norte de SP, Camarão viu diversos amigos perderem suas casas e também através de seu perfil no Instagram organiza ajuda e entregas de mantimentos.

+ Institutos mobilizam ajuda para vítimas das chuvas no litoral norte de SP

+ Um balanço das finais do Hurley Pro Sunset Beach 2023

+ Iate de luxo encalha e ameaça poluir Honolua Bay

Gabriel Medina, tricampeão mundial de surf e filho mais ilustre de outra praia atingida, Maresias, usou seu Instagram engajar seus quase 11 milhões de seguidores. Nos stories, o surfista desejou força aos desabrigados e colocou um número de Pix que está sendo usado para doações por meio da ONG Gerando Falcões.

Em oração por todos vocês que estão nessa situação no litoral norte de SP. Sejam fortes. Gerando Falcões está ajudando. Quem puder ajudar, é só entrar em contato ou fazer Pix: 18.463.148/0001-28. Qualquer quantia ajuda“, escreveu.

A irmã de Medina, Sophia, também se manifestou e repetiu o método de ajuda do irmão, divulgando o número de Pix para doações e desabafando: “Nosso litoral precisa de ajuda“.

Miguel Pupo, cuja família é moradora de Camburi, divulgou links da prefeitura de São Sebastião para quem puder contribuir com as vítimas e também lamentou: “Que Deus conforte o coração de todos os que perderam familiares e pessoas próximas nessa tragédia no nosso litoral”.

Carlos Bahia e Marcio Grillo, dois surfistas cuja identidade está fortemente ligada ao litoral norte de SP, são outros exemplos de locais atuando ativamente na ajuda às vítimas das chuvas, divulgado ações e pedidos de líderes comunitários sobre mantimentos.

Assim como eles, diversos outros nomes tem se mostrado muito atuantes, mostrando que uma das faces mais nobres da comunidade do surf, que é o espírito de camaradagem.

E não só os surfistas de São Paulo estão engajados nessa luta. Esse é o caso do catarinense Yago Dora, que republicou conteúdos do Instituto Verdescola, na praia da Barra do Sahy, que está arrecadando dinheiro e itens como colchões, toalhas, água e alimentos não perecíveis aos necessitados.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias