Surfista Andrew Gesler foi atingido por prancha enquanto surfava numa praia em Nova Jersey, costa leste dos EUA e quase perdeu o nariz

Por Redação

O experiente surfista Andrew Gesler estava no meio de mais uma sessão “típica” de surf em uma praia de Nova Jersey, onde ele vive, na costa leste dos EUA, quando caiu dentro de um tubo, tomou uma pancada no rosto e quase perdeu seu nariz.

Um objeto — provavelmente sua prancha — o atingiu enquanto ele estava embaixo da água. Ao emergir e avistar um amigo, pode perceber, pela expressão do outro, que sua situação era ruim. Mas apenas depois de sair da água e entrar no carro para ir ao hospital ele entendeu quão grave era a situação.

No final das contas, deu tudo certo: os procedimentos médicos deram conta do “acidente”, e o nariz do surfista voltou ao lugar, apenas com o acréscimo de uma notável cicatriz.

Veja também: Gabriel Medina em free surf monstruoso na Indonésia

A história aconteceu no último sábado (8), e o surfista relatou à revista Stab como foi o dia, da hora de entrar na água até a saída do hospital:

“Era apenas mais um dia normal de surf em Nova Jersey.

O vento soprava muito forte de sul, então fui procurar ondas mais para o norte junto com o Rob Kelly. O vento não mudou para terral até o meio do dia, então demos um tempo e fomos procurar outras praias. Então ouvimos falar de uma praia recém-limpa onde Mike Gleason [outro surfista local] estava pegando ondas de sonho. Quando chegamos lá, a gente nem parou para olhar o mar, só entramos direto na água. A areia compacta fez as ondas ficarem um pouco mais pesadas, quebrando abaixo do nível do mar. Elas estavam super rápidas, e todas para a direita, dificultanto um pouco para eu surfar de backside.

Eu estava ficando sempre um pouco fundo demais, pois preferia isso do que ficar só na boca do tubo. Acho que tinha entrado em 35 tubos e completado zero naquele dia. A onda em que o acidente aconteceu era apenas mais uma dessas, rápidas demais para mim. Eu sabia que estava impossível de sair, mas continuei do mesmo jeito. Botei no trilho e esperei a espuma engolir minha prancha, então pulei pra frente e me virei pra evitar cair de cara na areia. Eu estava preparado pra tomar a punição, mas dessa vez seria pior que nas outras.

Enquanto eu estava com as costas batendo no fundo, senti um míssil atingir meu rosto, e percebi na hora que meu nariz tinha quebrado. Logo pensei em Zack Huphreys* e seu olho, mas vi que estava tudo bem com minha vista. Então tive que passar por baixo de uma onda e senti meu nariz se mexer de um jeito que lee não deveria. Na mesma hora, uma corrente de sangue começou a descer pela minha cara, e eu comecei a gritar. “Ajuda, eu quebrei o nariz!”

Sam Hammer [surfista que aestava na água] foi o primeiro a chegar em mim, e pedi a ele que falasse logo a real. Ele disse algo do tipo “Você tá ferrado, cara. Não quero te assustar, mas você precisa sair da água agora”. Peguei uma onda deitado na prancha só pra sair, Mike Gleason pegou uma toalha para cobrir meu nariz.

Mike disse “Vamos, entra no carro, a gente precisa ir ao hospital”, mas eu pedi, “espera um pouco, eu tô bem, deixa eu só dar uma olhada antes”, então fui ao carro, olhei no retrovisor e… era uma parada tipo Homens de Preto. Eu achei que ia aparecer um alien saindo de dentro do meu nariz ou algo assim. Então disse para o Ryan pegar a câmera, porque eu quero mostrar isso para os meus netos. 

Finalmente chegamos no hospital, o cirurgião queria opererar, mas eu não queria ficar apagado, então assisti a coisa toda.”

Veja também: Jogador morre atacado por tubarão na Austrália