27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

SSXP Pro: Odarci Nonato completa tubo nota 10

O paulista o paulista Odarci Nonato foi o nome do dia na Praia da Vila, que mostrou todo o seu potencial na quarta-feira, bombando ondas de 4-6 pés com séries de até 8 pés para a estreia dos principais cabeças de chave do SSXP Saquarema Pro.

Foi um dia de mar clássico e a Odarci Nonato surfou um tubaço para ganhar a primeira nota 10 do Circuito Profissional promovido pela nova diretoria da Confederação Brasileira de Surf – CBSurf – comandada pelo presidente Teco Padaratz. Nesta quinta-feira, as 7h30 começa a categoria feminina com transmissão ao vivo da Capital Nacional do Surf pelo YouTube do SuperSurf XP e pelo cbsurf.org.br.

Antes do paulista Odarci Nonato ganhar essa nota 10 unânime dos cinco juízes, o experiente ex-top da elite mundial da World Surf League, Paulo Moura, tinha surfado o primeiro tubo do SSXP Saquarema Pro na Praia da Vila.

Veja também:
Pelo pioneirismo, Santos recebe evento mundial de cultura oceânica
Barton Lynch: “WSL disse que não precisa de mim”
Gabriel Medina conta sobre seu novo negócio, Kauai Ventures

Foi na terceira bateria do dia e o vice-presidente na nova diretoria da Confederação Brasileira de Surf – CBSurf – eleita esse ano, ainda pegou outra esquerda perfeita para fazer uma série de três manobras muito fortes de frontside. Paulo Moura confirmou a vitória logo nessas duas primeiras ondas que surfou na bateria.

DA ÁFRICA PRA SAQUAREMA

Outro ex-top da elite do CT que estreou na quarta-feira foi o paulista Alex Ribeiro, que veio direto da África do Sul para participar do SSXP Saquarema Pro apresentado pela Prefeitura de Saquarema. Ele foi para Ballito competir na etapa do WSL Challenger Series, mas fez sua inscrição também nesta segunda etapa do Circuito Brasileiro da CBSurf, porque tinha começado bem a temporada, ficando em terceiro lugar em Maceió (AL).

Como perdeu na sua estreia em Ballito na segunda-feira, agilizou seu retorno imediato ao Brasil e chegou em Saquarema na madrugada da quarta-feira. A tempo de competir, porque era um dos 48 cabeças de chave que entraram direto na terceira fase. Só que para ficar ainda mais dramático, a sua bateria era a primeira do dia. Mesmo sem dormir, Alex Ribeiro achou boas ondas para se classificar em segundo lugar, no confronto vencido pelo carioca Theo Fresia.

ESTREIA DOS LÍDERES

Na quarta-feira também estrearam os líderes do ranking brasileiro profissional iniciado na Praia do Pontal, em Maceió, capital das Alagoas. O vice-campeão na etapa que abriu o Circuito CBSurf 2022, Messias Felix, foi o primeiro a competir no SSXP Saquarema Pro. O cearense já tem dois títulos brasileiros no currículo e o primeiro foi conquistado em 2009, no último ano da década de ouro do SuperSurf iniciada em 2000.

Messias estava passando a bateria até o último minuto, quando Uriel Sposaro pegou uma direita para voar num aéreo full rotation. Ele completou a manobra e ficou o suspense pela nota, que saiu 5,57 para completar uma dobradinha catarinense com Pedro Nogueira. Messias Felix acabou eliminado em 49.o lugar no SSXP Saquarema Pro e pode até descartar esse resultado, porque o ranking vai computar as cinco maiores pontuações conquistadas nas seis etapas do Circuito Brasileiro Profissional da CBSurf esse ano.

Já o líder do ranking, o potiguar Mateus Sena, campeão da etapa de Maceió, avançou para a terceira fase em Saquarema. Sua bateria aconteceu na sequência da eliminação de Messias Felix, numa hora de mudança da maré na Praia da Vila, com poucas ondas boas entrando para dividir entre quatro competidores. Ele procurou ficar ativo dentro d´água, buscando ondas para mostrar o seu surfe e passou em segundo lugar, junto com o paulista Luan Carvalho.

LOCAIS DE SAQUAREMA

Entre os surfistas locais da Capital Nacional do Surf, três seguem na disputa do título do SSXP – SuperSurf Experience – Pro apresentado pela Prefeitura de Saquarema. O campeão mundial de ondas gigantes, Lucas Chumbo Chianca, tirou a maior nota da sua bateria (7,67), mas perdeu a invencibilidade na Praia da Vila. Ele passou em segundo na vitória do catarinense Luiz Mendes, por uma pequena diferença de 12,87 a 12,34 pontos.

Duas baterias depois, Valentin Neves bateu até um bicampeão brasileiro como o seu pai, Leonardo Neves (in memoriam). O capixaba Krystian Kymerson avançou junto com ele em segundo lugar. E o experiente Raoni Monteiro, que por muitos anos representou o Brasil na elite mundial da WSL, também venceu a sua primeira bateria disputada na Praia da Vila, já que ele é um dos 48 cabeças de chave que estrearam na terceira fase, realizada na quarta-feira.

DREAM TOUR

Neste primeiro ano da nova gestão da CBSurf, o objetivo de todos é se classificar para o Dream Tour de 2023, quando será formada uma elite do surfe nacional para disputar os títulos brasileiros profissionais da temporada. Estas vagas estão sendo disputadas nas seis etapas deste ano, com os rankings computando os cinco melhores resultados.

O SSXP Saquarema Pro é a segunda chance de pontuar nos rankings que vão indicar para o Dream Tour de 2023, 50 surfistas na categoria masculina e 24 na feminina.

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias