Publicidade:

Barton Lynch: “WSL disse que não precisa de mim”

Barton Lynch, campeão mundial de surf em 1988 e comentarista da WSL, recorreu às redes sociais para explicar a sua recente ausência nas transmissões das etapas Tour.

Segundo Lynch, que é considerado por muitos o melhor de todos os comentaristas da WSL, ele não participará mais das transmissões pelo menos em 2022: “Disseram que não precisavam de mim este ano“, disse.

No vídeo postado em sua conta no Instagram, Barton Lynch revelou que entrou em contato com a entidade, mas recebeu uma resposta negativa:

Há umas semanas falei com a WSL, ofereci os meus serviços, disse que estava disponível, mas infelizmente responderam que não precisavam de mim este ano, então não vou voltar”.

Veja também:

Conheça 5 músicos e surfistas “das antigas”

“Gabriel Medina tem mais audiência do que o resto do circuito,” diz Teco Padaratz

Filipe Toledo iguala recorde de quatro vitórias em etapas do CT no Brasil

O veterano informou, também, que está trabalhando em novos projetos e que em breve dará maiores detalhes:

Estou feliz pelas oportunidades que podem surgir, para compartilhar o que sei (…) fora do formato oficial. Estou trabalhando em coisas ótimas, e vou contar sobre elas em breve“, revelou.

Após a postagem, Lynch recebeu centenas de mensagens de apoio, inclusive de nomes influentes no cenário do surf internacional, como Gary Elkerton, Ian Cairns, Mike Stewart, Ronnie Blakey, Clark Little e até o pai do atual líder do ranking mundial, Ricardinho Toledo.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias