25 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024

Supertubos: Sete brasileiros se classificam na abertura do Pro Portugal

Por Redação

Depois de três dias de espera, a combinação do swell com o vento felizmente acertou em Supertubos para iniciar o MEO Rip Curl Pro Portugal no sábado (11) em Peniche. Sete surfistas da seleção brasileira se classificaram, mas apenas Miguel Pupo e Yago Dora estrearam com vitórias. Cinco avançaram em segundo lugar nas baterias e três ficaram em último, então terão que disputar a repescagem, que ficou para abrir o domingo. A primeira chamada foi às 6h50 em Portugal, 3h50 da madrugada no Brasil.

+ Ryan Kainalo, Rafael Teixeira e Weslley Dantas garantem vaga no Challenger Series
+ Cinegrafista registra ataque de tubarão a tartaruga em Fernando de Noronha

O prazo desta terceira etapa do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT), vai até o dia 16 de junho e as previsões indicam que o domingo é o que vai ter as melhores ondas. No sábado, elas variaram entre 4-6 pés em Supertubos. Foram realizadas as doze baterias da primeira fase masculina e mais oito da feminina, as seis da rodada inicial e as duas da repescagem. A brasileira Tatiana Weston-Webb conquistou a última vaga direta para as oitavas de final e vai enfrentar a portuguesa Teresa Bonvalot, que venceu o primeiro confronto feminino do sábado em Supertubos.

A grande surpresa da competição feminina foi a eliminação da bicampeã mundial Tyler Wright. Ela foi mandada pra repescagem pela própria Teresa Bonvalot e a havaiana Bettylou Sakura Johnson. Depois, ficou em último de novo contra a também australiana Sally Fitzgibbons e a jovem norte-americana Caitlin Simmers. Com isso, Tyler Wright terminou em 17.o lugar no MEO Rip Curl Pro Portugal, junto com a californiana Lakey Peterson, barrada na segunda repescagem pela australiana Isabella Nichols e a havaiana Gabriela Bryan.

Na categoria masculina, dois campeões mundiais também caíram para a repescagem, o onze vezes campeão Kelly Slater e o tricampeão Gabriel Medina. João Chianca e Caio Ibelli, que começaram muito bem o ano no Havaí, também ficaram em último lugar nas suas baterias e terão que disputar as primeiras eliminatórias da etapa portuguesa. Caio Ibelli está na primeira bateria, Slater na segunda, Chumbinho na terceira e Medina na quarta. É a última rodada de confrontos formados por três surfistas e os dois melhores avançam para a terceira fase.

Os outros seis titulares da seleção brasileira da WSL, passaram direto. Os primeiros competiram da segunda a quarta bateria. Samuel Pupo achou um tubo para passar junto com o defensor do título do MEO Rip Curl Pro Portugal, o californiano Griffin Colapinto. O bicampeão desta etapa em 2018 e 2019, Italo Ferreira, estreou no confronto seguinte e também se classificou em segundo na disputa vencida pelo australiano Connor O´Leary. Já Caio Ibelli terminou em último contra o australiano Liam O´Brien e o francês Joan Duru.

Vitórias brasileiras

Duas baterias depois, o atual campeão mundial Filipe Toledo avançou, mas em segundo também, mas na sequência vieram duas vitórias brasileiras seguidas. A primeira foi do Miguel Pupo, com Michael Rodrigues completando uma dobradinha verde-amarela contra o havaiano Seth Moniz. E Yago Dora derrotou o australiano Jackson Baker, com ambos mandando o japonês Kanoa Igarashi para a repescagem.

“Eu acho que nós, brasileiros, temos uma vantagem aqui em Supertubos, porque já temos o instinto de surfar em beach breaks (praias com fundo de areia)”, disse Miguel Pupo. “A gente tem o faro pra esse tipo de onda e isso ajuda bastante. Acho que isso reflete nas baterias e espero avançar ainda mais. Esse é o segundo melhor evento da minha carreira, sempre vou muito bem aqui em Portugal e espero seguir nesse mesmo caminho”.

Depois das duas vitórias brasileiras, vieram duas derrotas em último lugar de surfistas que eram até favoritos para vencer. João Chianca, o Chumbinho, foi semifinalista das duas etapas que abriram a temporada 2023 do WSL Championship Tour no Havaí. Ele acabou superado pelo havaiano Ian Gentil e o californiano Nat Young. E na bateria do tricampeão mundial Gabriel Medina, o indonésio Rio Waida fez a maior somatória – 15,16 pontos – do dia, com o sul-africano Jordy Smith ficando com a última vaga direta para a terceira fase.

O prazo desta terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2023 vai até o dia 16 de março, com transmissão pelo WorldSurfLeague.com e Aplicativo e Canal da WSL no YouTube. No Brasil, toda a competição também passa ao vivo nos canais SporTV e no Globoplay.

BATERIAS DO MEO RIP CURL PRO PORTUGAL:

RESULTADOS DO SÁBADO EM SUPERTUBOS:

PRIMEIRA FASE – 1.o e 2.o=Terceira Fase / 3.o=Repescagem:
1.a: 1-Ethan Ewing (AUS)=11.10, 2-Carlos Munoz (CRC)=8.67, 3-Kelly Slater (EUA)=5.10
2.a: 1-Griffin Colapinto (EUA)=14.33, 2-Samuel Pupo (BRA)=11.50, 3-Maxime Huscenot (FRA)=4.40
3.a: 1-Connor O’Leary (AUS)=10.80, 2-Italo Ferreira (BRA)=9.56, 3-Ezekiel Lau (HAV)=9.30
4.a: 1-Liam O’Brien (AUS)=9.74, 2-Joan Duru (FRA)=9.44, 3-Caio Ibelli (BRA)=7.60
5.a: 1-Jack Robinson (AUS)=9.17, 2-Barron Mamiya (HAV)=9.10, 3-Frederico Morias (POR)=8.03
6.a: 1-Ryan Callinan (AUS)=8.96, 2-Filipe Toledo (BRA)=7.34, 3-Tiago Carrique (FRA)=7.10
7.a: 1-Miguel Pupo (BRA)=10.84, 2-Michael Rodrigues (BRA)=8.10, 3-Seth Moniz (HAV)=5.53
8.a: 1-Yago Dora (BRA)=12.44, 2-Jackson Baker (AUS)=11.67, 3-Kanoa Igarashi (JPN)=7.70
9.a: 1-John John Florence (HAV)=11.90, 2-Matthew McGillivray (AFR)=10.10, 3-Kolohe Andino (EUA)=8.83
10: 1-Ian Gentil (HAV)=11.50, 2-Nat Young (EUA)=8.07, 3-João Chianca (BRA)=7.64
11: 1-Leonardo Fioravanti (ITA)=13.60, 2-Jake Marshall (EUA)=7.60, 3-Callum Robson (AUS)=6.60
12: 1-Rio Waida (IND)=15.16, 2-Jordy Smith (AFR)=10.50, 3-Gabriel Medina (BRA)=7.10

PRIMEIRA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=Repescagem:
1.a: 1-Teresa Bonvalot (POR)=9.93, 2-Bettylou Sakura Johnson (HAV)=6.13, 3-Tyler Wright (AUS)=5.37
2.a: 1-Sophie McCulloch (AUS)=11.07, 2-Stephanie Gilmore (AUS)=9.93, 3-Caitlin Simmers (EUA)=9.93
3.a: 1-Carissa Moore (HAV)=11.50, 2-Yolanda Hopkins (POR)=9.30, 3-Isabella Nichols (AUS)=8.57
4.a: 1-Caroline Marks (EUA)=10.44, 2-Molly Picklum (AUS)=9.87, 3-Sally Fitzgibbons (AUS)=9.03
5.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=10.76, 2-Brisa Hennessy (CRC)=10.50, 3-Lakey Peterson (EUA)=7.30
6.a: 1-Macy Callaghan (AUS)=10.37, 2-Tatiana Weston-Webb (BRA)=7.97, 3-Gabriela Bryan (HAV)=7.76

SEGUNDA FASE – 3.a=17.o lugar com US$ 11.610 e 1.045 pontos:
1.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=11.00, 2-Caitlin Simmers (EUA)=10.93, 3-Tyler Wright (AUS)=7.73
2.a: 1-Isabella Nichols (AUS)=11.50, 2-Gabriela Bryan (HAV)=10.90, 3-Lakey Peterson (EUA)=7.17

PRÓXIMAS BATERIAS DO MEO RIP CURL PRO PORTUGAL:

SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar com US$ 10.500 e 265 pontos:
1.a: Caio Ibelli (BRA), Kolohe Andino (EUA), Tiago Carrique (FRA)
2.a: Kanoa Igarashi (JPN), Kelly Slater (EUA), Frederico Moraes (PRT)
3.a: João Chianca (BRA), Seth Moniz (HAV), Ezekiel Lau (HAV)
4.a: Gabriel Medina (BRA), Callum Robson (AUS), Maxime Huscenot (FRA)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 13.500 e 2.610 pontos:
1.a: Molly Picklum (AUS) x Isabella Nichols (AUS)
2.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Teresa Bonvalot (PRT)
3.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Sally Fitzgibbons (AUS)
4.a: Gabriela Bryan (HAV) x Courtney Conlogue (EUA)
5.a: Carissa Moore (HAV) x Yolanda Hopkins (PRT)
6.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Macy Callaghan (AUS)
7.a: Caroline Marks (EUA) x Caitlin Simmers (EUA)
8.a: Brisa Hennessy (CRC) x Sophie McCulloch (AUS)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias