26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Projeto Ondas divulga Relatório de Atividades

Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em 2021, onde os reflexos e consequências da pandemia de Covid-19 ainda estavam trazendo diversas consequências socioeconômicas, o Projeto Ondas conseguiu ampliar o seu impacto social por meio do atendimento de 104 alunos matriculados na OSC e o apoio de 404 famílias de Guarujá, atingindo assim, um público direto de cerca de 2 mil pessoas.

E uma das principais frentes de atuação do projeto foi de apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social referenciadas e não referenciadas no projeto, por meio de atendimentos psicossociais, acompanhamento familiar, encaminhamentos para outros serviços e apoio material.

Outra frente de trabalho igualmente importante foi a de acolhimento e de cuidado com crianças e adolescentes, por meio de um olhar humanizado, individualizado e holístico, trabalhando para que cada aluno pudesse se desenvolver da melhor maneira possível.

Veja também:
Pelo pioneirismo, Santos recebe evento mundial de cultura oceânica
“Embaixadores da Costa” irão organizar o crowd em Biarritz
Ainda vale a pena surfar em Malibu?

O Projeto Ondas atua através de três programas integrados que unem esporte, educação e serviço psicossocial para formar um ser integral. Cada programa possui um objetivo específico, frente a todas as aprendizagens que o surfe pode proporcionar. Vale ressaltar que as aprendizagens relacionadas à ecologia e aos valores perpassam todos os programas.

Além dos três programas fixos, o Projeto Ondas realizou projetos em rede com a OSC Gerando Falcões, da Fundação Itaú Social, e do “Movimento Pague Seu Ingresso” criado e desenvolvido pela OSC Ecolocal Brasil e as empresas Oceano Surfwear e Keep The Ocean Blue.

Em 2021, foram realizadas com os alunos atividades relacionadas à “Ação contra a mudança global do clima”, como base na ODS 13, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Como exemplo das ações estão a plantação de mudas, colheita de frutas, exposição de artes com materiais recicláveis e ações de limpeza de praia. Percebemos que após as atividades, os alunos estavam mais conscientes, contribuindo para a preservação e conservação dos recursos naturais na Organização e na praia, e tendo uma maior percepção da natureza que os cerca.

Destacamos a relevância da credibilidade da nossa Organização que, por meio de importantes parcerias, conseguiu contribuir com a municipalidade para a redução da pobreza extrema, minimizando a fome e impactando diretamente a vida de mais de 2 mil pessoas“, afirma o presidente do Projeto Ondas, Jojó de Olivença.

Perfil

Projeto Ondas
O Projeto Ondas atua através de três programas integrados que unem esporte, educação e serviço psicossocial. Foto: Reprodução

Ao todo, 44% dos alunos do Projeto Ondas têm de 7 a 9 anos, 37% de 10 a 12 anos, 16% de 13 a 15 anos e 3% 6 anos de idade, sendo que 63% são do sexo masculino e 37% do feminino. E, destes, 56% estudam em escolas municipais e 44% estaduais.

Outro dado importante é que 73% estão no Ensino Fundamental I e 27% no Ensino Fundamental II, sendo que a maioria deles residem na Vila Baiana, totalizando 34%. Já 15% são de Pedreira e 11% na Vila Júlia.

Em relação às famílias, 50% têm vínculo empregatício informal, 13% CLT e 37% estão desempregados. Sobre o núcleo familiar, 28% são compostas por quatro integrantes, 21% por três, 17% tem cinco integrantes, 15% seis, 11% sete integrantes ou mais e 8% dois.

Já no perfil etário, 48% das famílias têm de 40 a 59 anos, 41% de 29 a 39 anos e 11% de 18 a 28 anos, sendo que metade delas são assistidas pelo Projeto Ondas recebem auxílio do Bolsa Família, 21% auxílio emergencial e 29% não recebem nenhum tipo de benefício.

No quesito escolaridade, 42% das famílias têm Ensino Fundamental Incompleto, 29% Ensino Médio Completo, 16% Ensino Médio Incompleto, 9% Ensino Fundamental Completo e 4% Ensino Superior Completo.

Transparência

Projeto Ondas
Aluno do Projeto Ondas na praia da Enseada, Guarujá. Foto: Reprodução

Já a receita do projeto, em 2021, de pouco mais de 1 milhão e trezentos mil reais foi utilizado para viabilizar os programas e projetos de desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e apoio às famílias.

Desse total, 58% foi destinado a recursos humanos, 17% a infraestrutura, materiais e equipamentos, 11% comunicação e marketing, 8% apoio material às famílias e 6% a terceiros e apoio à gestão.

As ações e campanhas do Projeto Ondas apareceram na mídia para mostrar para todo o Brasil o poder de transformação social do surf quando aliado à educação e ao serviço psicossocial. Foram mais de 25 matérias na televisão, jornal, rádio, revista e na web, que somaram mais de R$ 230.000,00 conquistados em espaço de mídia.

O balanço financeiro e o relatório completo estão disponíveis no site do Projeto Ondas: projetoondas.com.br .

Combate à fome durante a pandemia

Durante o ano, o projeto atuou também ativamente no fornecimento e distribuição de cestas básicas, produtos de higiene e cartões de alimentação para 309 famílias, contando com apoio de doações da sociedade civil, da OSC Gerando Falcões, da Fundação Itaú Social, da Marina Guarujá e ABA.

Ao todo, foram entregues mais de 405 cestas básicas e 203 cartões de alimentação carregados com o valor de R$ 300. Além das famílias referenciadas no Ondas, receberam o benefício outras famílias de comunidades do entorno, como Pedreira, Cantagalo, Cidade Atlântica, Jardim Conceiçãozinha, Prainha, além de termos direcionado cestas básicas para o CRAS Enseada, CRAS Morrinhos, OSC Educasurf, Lideranças dos Bairros Canto Galo e Sítio Conceiçãozinha.

A atuação do serviço social do Projeto Ondas se destacou trabalhando em conjunto com as lideranças comunitárias dos bairros para a identificação e cadastro das famílias, priorizando as que mais precisavam de apoio sociomaterial.

Cumprimos assim o papel de Organização Social da Sociedade Civil para além dos processos educativos, unindo forças para a solução de outras demandas emergenciais das comunidades do município“, enfatiza Jojó de Olivença.

Para ter acesso ao Relatório de Atividades 2021 do Projeto Ondas na íntegra basta acessar o site projetoondas.org.br. Mais informações (13) 3355-6347 / (13) 33717902 ou pelo e-mail contato@projetoondas.com.br.

Sobre o Projeto Ondas

Projeto Ondas
O Projeto Ondas atende atualmente cerca de 90 crianças e adolescentes. Foto: Reprodução

Completando 15 anos de existência em 2022, o Projeto Ondas atende cerca de 90 crianças e adolescentes, sendo que já beneficiou mais de 700, além de influenciar indiretamente na vida de mais de 5 mil pessoas. Muitas deram continuidade a seus estudos em universidades, estão empregadas ou realizando atividades sociais que beneficiam e ajudam a transformar a realidade e o meio onde residem.

As atividades do projeto são realizadas no contraturno escolar e servem para, além de incentivar a prática do surfe, complementar o ensino dado nas salas de aula, com reforço em português, matemática, informática, educação ambiental, palestras sobre valores, além de assistência psicossocial e jurídica para os alunos e suas famílias.

O Projeto Ondas conta com o apoio da Prefeitura de Guarujá, FUMCAD, Brasil Terminal Portuário, Banco Daycoval, Santos Brasil, Banco Pan, Wilson Sons e Instituto ACP, além de outros colaboradores, como Overboard, Ibis Style Guarujá, Delphin Hotel, Dona Eva, Anasol e Layr.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias