27 C
Papeete
quarta-feira, 12 junho, 2024
27 C
Papeete
quarta-feira, 12 junho, 2024

Portugal oferece novo visto para nômades digitais

O governo de Portugal anunciou recentemente um novo visto que permite aos nômades digitais permanecerem ou se estabelecerem por determinado período no país.

Embora não se saiba quem cunhou o termo nômade digital, ele ganhou notoriedade com o livro “Digital Nomad”, de Tsugio Makimoto e David Manners. Em 1997, a dupla argumentou que a nova tecnologia permitiria que as pessoas voltassem a um estado nômade e trabalhassem de qualquer lugar.

CONFIRA: Indonésia deve criar visto de 5 anos para nômades digitais

“Portugal tem um clima ótimo, ondas incríveis, internet rápida e todo mundo fala inglês”, disse Steve Howse ao site TheInertia. Steve Howse, londrino e bodyboarder recém-formado, mudou-se para Lisboa durante a COVID e nunca mais saiu. Ele administra seu negócio de eventos no Reino Unido e se interessa por criptomoedas quando não está fazendo retiros de cogumelos nas praias ao sul de Caparica.

LEIA: Surf trip para Indonésia? Nic Von Rupp dá dicas de quiver mágico

“Além disso, é acessível e parece seguro. Há menos obstáculos a serem superados quando você se muda para cá do que na maioria dos lugares.” Existe também um regime fiscal especial destinado a atrair não cidadãos; a possibilidade de requerer a cidadania portuguesa após cinco anos e o acesso ao sistema de saúde público e privado de Portugal.


Lisboa, a campeã da Nomad List

A Nomad List, uma base de dados crowdsourced de milhares de cidades que agregam as suas características mais importantes, classificou recentemente Lisboa em primeiro lugar entre as melhores cidades do mundo para Nômades Digitais.

Na Ericeira, tal como em Lisboa, abriram-se recentemente vários grandes espaços de co-working e co-living para dar resposta à afluência destes andarilhos não analógicos.


Portugal “facilita” aos nômades digitais

Mudar para fora da União Europeia, no entanto, sempre foi mais difícil, por conta de quebrar as restrições de visto. Até agora, porque o governo português anunciou recentemente dois novos vistos que permitem aos nômades digitais permanecer ou se estabelecer por um determinado período no país.

A autorização de residência destina-se a trabalhadores por conta de outrem e por conta própria e visa regular a permanência temporária ou residência de trabalhadores remotos. Os pedidos de visto estão sendo aceitos a partir de 30 de outubro de 2022.

Este visto é dividido em duas categorias, abrangendo tanto trabalhadores remotos que pretendem uma estadia temporária de até um ano; e também nômades digitais à procura de visto de residência em Portugal.

Para se qualificar para qualquer um dos vistos, os trabalhadores remotos precisam comprovar uma renda mensal que é quatro vezes o valor da renda mínima atual em Portugal, que atualmente é de €705 por mês. Portanto, você precisaria ganhar uma renda de US$ 2.750 por mês e fornecer um contrato de trabalho ou prova de trabalho autônomo.

“O nomadismo digital é uma tendência que vem ganhando força desde o início dos anos 2020 e com a pandemia do COVID-19, o trabalho remoto se tornou uma realidade para muitos. Este visto vai simplificar os procedimentos para os cidadãos de outros países que queiram vir para Portugal e o país vai beneficiar com a captação de um novo mercado de trabalho e mais recursos humanos”, explicou Patricia Casaburi, diretora-geral da Global Citizen Solutions, empresa de migração de investimento com forte ligações em Portugal.

Para os surfistas, especialmente, poderia oferecer a oportunidade de um incrível ano sabático de trabalho ou talvez um recomeço de vida totalmente novo. Você pode se inscrever em um Consulado Português em seu país de origem ou na agência de imigração de Portugal, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Vale lembrar que apenas na Ericeira, existem sete ondas de classe mundial a poucos quilômetros, além de uma pilha de praias e recifes para quem aprende. A meia hora de carro ao sul fica Lisboa, enquanto os centros de surf da Nazaré, Peniche, Porto e Algarve estão todos a uma curta distância. Ilhas como os Açores e a Madeira (que criaram a primeira vila nômade digital da Europa, apropriadamente chamada de Digital Nomad Village) oferecem ótimas ondas e paisagens incríveis nas profundezas do Atlântico.

Clique aqui e confira mais informações sobre como obter o visto de nômade digital em Portugal.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias