27 C
Papeete
quarta-feira, 24 julho, 2024
27 C
Papeete
quarta-feira, 24 julho, 2024

Michael Rodrigues garante vaga nas quartas de final do Vissla Pro Ericeira

O brasileiro Michael Rodrigues garantiu uma lugar nas quartas de final do EDP Vissla Pro Ericeira em Portugal. O cearense vai disputar a primeira vaga para as semifinais com o havaiano Ian Gentil. O Brasil ainda tem Edgard Groggia nas oitavas de final, com sua bateria contra o australiano Liam O´Brien, ficando para abrir o sábado às 8h00 em Ribeira D´Ilhas, 4h00 da madrugada no Brasil.

O ainda recordista absoluto do EDP Vissla Pro Ericeira, Edgard Groggia, que na segunda-feira atingiu imbatíveis 16,83 pontos somando uma nota 8,83, foi o último sul-americano a se classificar para as oitavas de final, nas direitas de 4-6 pés da sexta-feira em Ribeira D´Ilhas. Willian Cardoso acabou sendo eliminado nessa bateria, vencida pelo australiano Jacob Willcox. Depois, Lucas Silveira também perdeu em 17.o lugar na última da terceira fase.

Veja também: 

Big rider Maya Gabeira é nomeada embaixadora da Unesco 

Pan-American Soul 2022: Puerto Bombástico

+ Cultura Oceânica é tema de evento internacional em Santos

Mas, o dia começou com vitória brasileira de Michael Rodrigues, sobre o mesmo havaiano que ele vai enfrentar nas quartas de final, Ian Gentil, e Te Kehukehu Butler, da Nova Zelândia. O cearense voltou ao mar no fim do dia, depois das oitavas de final femininas. E ganhou mais uma, contra um surfista que em Portugal, como ele, entrou no grupo dos 10 primeiros do Challenger Series que se classificam para o World Surf League Championship Tour.

Michael Rodrigues
Edgar Groggia. Foto: Laurent Masurel/World Surf League)

O francês Maxime Huscenot começou melhor, com notas 5,17 e 6,83 nas primeiras ondas que surfou, enquanto o brasileiro não conseguia nem chegar na casa dos 5 pontos nas quatro primeiras que pegou. Mas, Michael Rodrigues achou uma direita maior, que abriu a parede para ele mostrar a força do seu frontside, variando rasgadas e batidas muito fortes, finalizando com um ataque mais explosivo na junção. Os juízes deram nota 8,17, que acabou garantindo a vitória por 13,64 a 12,43 pontos.

Michael Rodrigues já havia chegado nas oitavas de final em duas etapas do WSL Challenger Series 2022, em Sidney na Austrália e em Ballito na África do Sul, onde contundiu o tornozelo. Ele acabou não podendo competir na dos Estados Unidos e saiu do G-10, despencando para o 17.o lugar no ranking. Mas, já tinha retornado para a zona de classificação para o CT 2023 na segunda-feira. Agora, subiu para o sexto lugar com a passagem para as quartas de final.

Seu próximo adversário, Ian Gentil, fez uma grande bateria contra o brasileiro Matheus Navarro, ganhando o segundo duelo das oitavas de final com os recordes do dia até ali, nota 8,60 e 16,10 pontos. O havaiano entrou no G-10 com essa vitória, tirando outro catarinense da lista, Alejo Muniz, que chegou em Portugal em quinto no ranking, mas não passou da sua estreia no EDP Vissla Pro Ericeira. Agora, o único brasileiro no G-10 é Michael Rodrigues.

O outro com chances de entrar neste grupo em Portugal, é o paulista Edgard Groggia, mas já precisa chegar nas semifinais desta quinta etapa do WSL Challenger Series. Ou seja, tem que passar pelo australiano Liam O´Brien no primeiro duelo do sábado e pelas quartas de final. Potencial para isso, ele já mostrou que tem, pois fez a melhor apresentação nas direitas de Ribeira D´Ilhas esse ano, com os 16,83 pontos que atingiu na segunda-feira, somando notas 8,83 e 8,00 com suas manobras inovadoras e progressivas.

Os sul-americanos que estavam mais próximos da zona de classificação para o CT 2023, ficaram em último nas suas baterias da terceira fase e terminaram em 17.o lugar no EDP Vissla Pro Ericeira. O peruano Lucca Mesinas já ingressaria neste grupo se passasse para as oitavas de final, mas foi barrado pelo francês Maxime Huscenot no confronto vencido por Matheus Navarro. O brasileiro Deivid Silva também entraria no G-10 se chegasse nas quartas de final em Portugal, só que perdeu para o australiano Ryan Callinan e o mexicano Alan Cleland.

Michael Rodrigues
Deivid Silva. Foto: Damien Poullenot/ World Surf League)

Luana Silva eliminada

Luana Silva, que está em nono lugar. A brasileira venceu a etapa portuguesa em 2021, mas foi eliminada numa bateria fraca de ondas na sexta-feira. Luana não achou nenhuma boa para surfar e perdeu por 9,00 a 4,43 para a sul-africana Sarah Baum.

PRÓXIMAS BATERIAS DO EDP VISSLA PRO ERICEIRA:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:
——–realizada até a 4.a bateria na sexta-feira
5.a: Liam O´Brien (AUS) x Edgard Groggia (BRA)
6.a: Jacob Willcox (AUS) x Crosby Colapinto (EUA)
7.a: Leonardo Fioravanti (ITA) x Joan Duru (FRA)
8.a: Morgan Cibilic (AUS) x Adur Amatriain (ESP)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:
——–baterias já formadas na sexta-feira
1.a: Michael Rodrigues (BRA) x Ian Gentil (HAV)
2.a: Ryan Callinan (AUS) x Dylan Moffat (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:
1.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Vahine Fierro (FRA)
2.a: Caitlin Simmers (EUA) x Sarah Baum (AFR)
3.a: Molly Picklum (AUS) x Daniella Rosas (PER)
4.a: Macy Callaghan (AUS) x Sawyer Lindblad (EUA)

RESULTADOS DA SEXTA-FEIRA EM RIBEIRA D´ILHAS:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:
1.a: Michael Rodrigues (BRA) 13,64 x 12,43 Maxime Huscenot (FRA)
2.a: Ian Gentil (HAV) 16,10 x 12,70 Matheus Navarro (BRA)
3.a: Ryan Callinan (AUS) 11,66 x 7,87 Jessé Mendes (ITA)
4.a: Dylan Moffat (AUS) 16,67 x 13,97 Alan Cleland (MEX)
——–ficaram para abrir o sábado
5.a: Liam O´Brien (AUS) x Edgard Groggia (BRA)
6.a: Jacob Willcox (AUS) x Crosby Colapinto (EUA)
7.a: Leonardo Fioravanti (ITA) x Joan Duru (FRA)
8.a: Morgan Cibilic (AUS) x Adur Amatriain (ESP)

TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar (US$ 2.000 e 1.900 pts):
1.a: 1-Michael Rodrigues (BRA)=12.67, 2-Ian Gentil (HAV)=11.34, 3-Te Kehukehu Butler (NZL)=10.80
2.a: 1-Matheus Navarro (BRA)=11.67, 2-Maxime Huscenot (FRA)=11.53, 3-Lucca Mesinas (PER)=6.80
3.a: 1-Ryan Callinan (AUS)=14.16, 2-Alan Cleland (MEX)=11.97, 3-Deivid Silva (BRA)=11.53
4.a: 1-Dylan Moffat (AUS)=10.60, 2-Jessé Mendes (ITA)=9.50, 3-Kanoa Igarashi (JPN)=7.63
5.a: 1-Liam O´Brien (AUS)=8.96, 2-Crosby Colapinto (EUA)=8.60, 3-Rio Waida (IDN)=8.60
6.a: 1-Jacob Willcox (AUS)=12.84, 2-Edgard Groggia (BRA)=8.83, 3-Willian Cardoso (BRA)=8.60
7.a: 1-Leonardo Fioravanti (ITA)=15.10, 2-Morgan Cibilic (AUS)=14.50, 3-Eithan Osborne (EUA)=11.73
8.a: 1-Adur Amatriain (ESP)=14.03, 2-Joan Duru (FRA)=12.86, 3-Lucas Silveira (BRA)=12.20

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:
1.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) 14,67 x 11,17 Kirra Pinkerton (EUA)
2.a: Vahine Fierro (FRA) 11,97 x 11,60 Sophie McCulloch (AUS)
3.a: Sarah Baum (AFR) 9,00 x 4,43 Luana Silva (BRA)
4.a: Caitlin Simmers (EUA) 12,33 x 9,36 Teresa Bonvalot (PRT)
5.a: Molly Picklum (AUS) 9,00 x 8,87 Ariane Ochoa (ESP)
6.a: Daniella Rosas (PER) 11,36 x 9,36 Zoe McDougall (HAV)
7.a: Sawyer Lindblad (EUA) 15,93 x 14,87 Nikki Van Dijk (AUS)
8.a: Macy Callaghan (AUS) 14,40 x 10,84 Yolanda Hopkins (PRT)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias