Publicidade:


Publicidade:

Menino de ouro do North Shore traz título de Pipe Master de volta ao Havaí

Domingo, 20 de dezembro de 2020 – o dia em que John John Florence, o menino de ouro do North Shore, trouxe o título de Pipe Master de volta ao Havaí.

Primeiro, as finais do Maui Pro realizadas pela primeira vez em Pipeline.

+ Tyler Wright é Pipe Master! Vence a favorita Moore em final histórica

+ Seis livros extraordinários para você aproveitar o flat do Verão

Foi a primeira vez na história em que as mulheres decidiram um título de surf em Pipeline. Venceu a australiana Tyler Wright, que, afiada do início ao fim, barrou a havaiana 4x campeã mundial Carissa Moore, embalada de vitória avassaladora na semi contra Tati – leia +.

E depois foi dia de o Havaí celebrar uma conquista que estava no gargalo desde 2006.

Enfim, John John Florence foi campeão em Pipeline em cima de Gabe Medina.

Foi a primeira vitória de JJF em Pipeline e a primeira vitória de um havaiano em Pipeline desde que Andy Irons venceu a etapa em 2006.

No meio desse caminho que achávamos que talvez não fosse ter fim, Erik Logan com Covid-19.

Alguém aí “Could script this”?

Cada qual do seu jeito, Gabe Medina e JJF traçaram seus caminhos rumo à que facilmente poderia ser (se não foi) a final mais esperada e emocionante do ano – tirando o confronto de JJF contra Slater na semifinal, que teve mais ondas boas, mais tubos kamikazes de Slater, mais emoção e já foi uma final em si.

Leia aqui tudo o que rolou de ação entre os homens do Pipe Masters.

Enfim, quis o destino que vencesse o menino de ouro do North Shore.

Querido por todos, JJF saiu da água e tratou de lembrar sobre o espírito que prevaleceu no domingo – 20/12/2020 – que certamente será inesquecível a todo havaiano.

Afinal, fazia 14 anos desde que Andy Irons e Kelly Slater protagonizaram uma das baterias mais espetaculares de todos os tempos. Foi em uma final de Pipeline, em 2006, que Andy virou contra Kelly nos últimos cinco minutos. Relembre:

Desde o início da etapa de Pipeline, JJF já se mostrava afiadíssimo e sintonizado e sincronizado com o seu quintal.

Aliás, se tem um cara que não nos surpreende que leve a melhor em Pipeline, esse cara é JJF. E sabendo que fazia 14 anos desde que um havaiano não sabia o que era ser primeiro colocado em Pipeline, o grito de JJF une-se a um grito de centenas de havaianos. Entoando junto de todo esse prana, o menino de ouro do North Shore realiza um antigo sonho.

Lembrando que Medina já tem um troféu de Pipe Master, e JJF não tinha nenhum.

Mais informações aqui.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Dentro da sala de shape...

A Pyzel é uma boa prancha de surf. Você sabe disso porque alguns dos...

Ucrânia torna-se o 109º país...

Banhada pelo Mar Negro e sem acesso a nenhum dos oceanos, a Ucrânia acaba...

Margaret River Pro: confira as...

Após a ação no Narrabeen Classic, a elite do surf mundial segue para o...

‘Lost Track Atlantic’, um filme...

Em 'Lost Track Atlantic' os australianos Ishka Folwell e Torren Martyn viajam desde o...