WSL confirma vagas de Jordy Smith, Stephanie Gilmore e Sally Fitzgibbons para competir na estreia do surf nos Jogos Olímpicos, em Tóquio 2020

Por Redação HC

A WSL confirmou nesta terça os primeiros surfistas a conquistarem vagas via Championship Tour para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020: no masculino, o sul-africano Jordy Smith, e no feminino as australianas Stephanie Gilmore e Sally Fitzgibbons.

Ao chegar às oitavas de final do Quiksilver Pro, em Hossegor, França, Jordy Smith garantiu matematicamente que terminará o ano entre os dez primeiros do ranking entre os homens. A representação sul-africana foi garantida por ele mesmo, graças a sua participação nos Jogos da ISA, em Miyazaki, Japão, em setembro deste ano.

O mesmo acontece com a dupla de australianas. Sally e Steph estão matematicamente confirmadas como as duas melhores australianas no ranking feminino ao final da temporada.

Ao todo, 18 atletas serão classificados para Tóquio 2020 através do Championship Tour da WSL, dez homens e oito mulheres, com um máximo de dois atletas por país.

No masculino, Gabriel Medina, Filipe Toledo e Italo Ferreira brigam por essas duas vagas. No feminino, as vagas brasileiras devem ficar com Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.

Veja também:
Roxy Pro tem semifinalistas definidas; Tati é eliminada
Yago é o melhor do dia no Quik Pro; Medina e Italo também avançam