Publicidade:

Italo Ferreira se encanta com a Nazaré brasileira

O medalhista de ouro olímpico e finalista da World Surf League (WSL) Finals como terceiro no ranking da temporada, Italo Ferreira decidiu ir para Santa Catarina passar uns dias de free surfe no começo da primavera.

+ Italo Ferreira confirmado no Challenger Series de Ericeira

+ Mais brasileiros avançam para 2ª fase do US Open of Surfing

+ Massacre de golfinhos nas ilhas Faroé quebra recorde

O surfista, que conquistou sua primeira final na carreira no Pro Junior da WSL em 2011, que aconteceu em Garopaba, no litoral Sul de SC, retornou ao estado. Desta vez, Italo surfou pela primeira vez a Laje de Jaguaruna, praia perto da divisa com Rio Grande do Sul.

A cidade é conhecida como Nazaré brasileira por conta das ondas gigantes quando bate o swell, e recebeu o campeão olímpico, que aproveitou para entrar na água, mesmo sem as condições adequadas.

“Não conhecia a cidade. A onda tem potencial. Infelizmente, o vento estava muito forte, mas deu para sentir a onda, deu para pegar algumas e dar umas manobras, fiquei amarradão de conhecer esse lugar. Parece que a direita, o tubo da direita, é a melhor onda. No swell certo, no momento certo, pode ser incrível e espero estar por perto”, falou ele em entrevista ao Jagua Boys, equipe de surfistas de ondas gigantes de Jaguaruna.

O WSL Championship Tour (CT), que foi garantido pelo agora tricampeão mundial, Gabriel Medina, volta a ser disputado em janeiro de 2022 e terá a participação de Italo Ferreira, vencedor do CT temporada de 2019.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias