Publicidade:

ISA proibirá participação de atletas russos em seus eventos

Após reunião extraordinária realizada em 28 de fevereiro, o Comitê Executivo da ISA decidiu impor sanções a atletas russos atendendo a recomendações feitas do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Na prática, as sanções significam que nenhum atleta representando a Rússia poderá participar de eventos chancelados pela entidade, que entre outras atividades é responsável pela organização do surf nas Olimpíadas, até novo aviso.

Esta ação dá continuidade a outro anúncio feito pela ISA, também nesta semana, onde confirma que não realizará nenhum evento em território russo ou em regiões vizinhas no futuro próximo.

Veja também:

As 10 melhores ondas do último swell XXXL em Nazaré

Essa roupa de borracha foi feita para resistir à mordida de tubarão; conheça

As 10 melhores praias do mundo para visitar em 2022, segundo o Tripadvisor

Segundo a nota da entidade “A comunidade global de surf está chocada e horrorizada com o terrível ato de agressão da Rússia e do papel da Bielorrússia para facilitar a invasão da Ucrânia. Somos inequívocos em nossas opiniões sobre esta crise e estamos em total solidariedade com a Ucrânia e o povo ucraniano. Esta é uma tragédia humana que exige que todos tenhamos uma postura forte e enviemos uma mensagem de que tal violência não será tolerada nem esquecida”.

Apesar de ser banhada pelo mar negro e não ter acesso ao oceano, a Ucrânia foi reconhecida como membro da ISA em abril de 2021. O país se tornou o 109º integrante a fazer parte da Associação Internacional de Surf e estabeleceu vários objetivos para o desenvolvimento do surf, SUP e outras modalidades semelhantes. O projeto passa por metas como organização de competições e implementação de programas educacionais, especialmente entre os mais jovens.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias