A pesca do tubarão-touro, espécie ameaçada, foi feita por um trio de pescadores em Ilha Comprida, litoral de São Paulo; grupo responderá por crime ambiental

Por Redação HC

No último dia 20/11, três pescadores capturaram um tubarão-touro, espécie ameaçada de extinção, no município de Ilha Comprida, litoral de São Paulo. Na ocasião, os homens fizeram um post nas redes sociais onde se vangloriavam da captura do animal. A imagem então chegou até a 5ª Companhia de Polícia Militar Ambiental Marítima, que passou a investigar o caso para encontrar os responsáveis.

Veja mais:

Cinco dias após a divulgação da foto, os três pescadores foram encontrados no Balneário Mar e Sol, nas proximidades da entrada do bairro Juruvaúva, em Ilha Comprida. A Polícia Ambiental coordenou a atividade e assim que foram autuados, todos confessaram o crime.

Tubarão-touro, também conhecido no litoral de São Paulo como tubarão-cinza está na lista de espécies ameaças de extinção (Foto: Divulgação/ Polícia Ambiental)

Em depoimento, os infratores confessaram o crime e afirmaram que o predador ficou preso em redes de pesca do barco. Eles levaram o tubarão para areia, onde fizeram a limpeza do peixe e distribuíram a carne entre os três e alguns outros conhecidos da região.

Além da pesca ilegal, nenhum dos três infratores possuía carteira de pescador profissional. Assim, ambos foram autuados a pagar uma multa no valor de R$ 8.400 mil cada, totalizando R$ 25.200 mil. Eles responderão na justiça por crime ambiental.

Veja mais:

Veja também:
– Praia de Itamambuca pode se tornar Reserva Mundial de Surf
– Especial Nazaré: 15 dias ao lado dos caçadores de ondas gigantes