26 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024
26 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024

Comunidade se mobiliza contra a verticalização de São Sebastião

Uma mudança no Plano Diretor da cidade de São Sebastião, litoral norte de SP, onde estão localizadas praias como Maresias e Cambury, está trazendo muita preocupação à comunidade local.

A questão central está na flexibilização às restrições para a verticalização de construções, o que, na prática, poderá abrir caminho para a construção de prédios na orla.

A proposta, aprovada pela câmara de vereadores de São Sebastião na última terça-feira (25) foi comemorada pela prefeitura municipal.

Segundo notícia divulgada no site oficial da prefeitura, o plano limita o gabarito das construções a nove metros de altura e que, portanto, inviabiliza construção de prédios altos nas praias da cidade.

Leia também:
+ Mundial de Saquarema pode ser cancelado
+ Medina é o 9º maior vencedor do circuito mundial
+ “Não queria ter vindo,” diz Medina sobre perna australiana

No entanto, a ASCAM – Associação de Surf, Cultura e Ambiente de Cambury, contesta a declaração da prefeitura, alegando que o novo Plano Diretor é potencialmente nocivo para a região, uma vez que estimula um maior adensamento populacional da cidade.

Segundo aponta reportagem do site Tamoio News, o maior problema não está na questão do gabarito e sim o no coeficiente de aproveitamento dos terrenos que era 1 e foi alterado para 2 e 3, o que poderá reduzir a margem entre edificações para circulação de ar e permeabilização do solo.

A ASCAM também denuncia que as alterações solicitadas pela sociedade civil em audiências públicas não foram implementadas no novo Plano Diretor.

Dessa forma, um abaixo assinado foi lançado pedindo apoio da sociedade contra a aprovação do novo Plano Diretor de São Sebastião.

Até o momento, o abaixo assinado já conta com mais de 19 mil assinaturas e a meta é alcançar 25 mil.

Para assinar o abaixo-assinado clique aqui.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias