Publicidade:

Chloé Calmon é vice-campeã no Sydney Surf Pro

A carioca Chloé Calmon conquistou o vice-campeonato no GWM Sydney Surf Pro, nessa terça-feira, 24/5, em final contra a tricampeã mundial, a havaiana Honolua Blomfield. Com o resultado, Calmon inicia a corrida por um inédito título mundial feminino do Brasil no longboard, assumindo o segundo lugar no ranking das três etapas do Longboard Tour da WSL de 2022.

Confira:
Surfista de 60 anos quebra o recorde mundial da sessão de surf mais longa do mundo
Quer cansar as pernas? Conheça os 7 picos com as ondas mais longas do mundo
Mulheres viram surfistas e provocam revolução silenciosa no Sri Lanka

Calmon perdeu por pouco, 12,87 a 12,06 pontos, para Blomfield. Entre os homens, Harrison Roach conquistou a única vitória da Austrália na outra final do Longboard e as etapas do WSL Challenger Series foram vencidas pela portuguesa Teresa Bonvalot e por Rio Waida, da Indonésia. Os dois entraram na zona de classificação para o CT 2023, com os títulos inéditos para as suas carreiras.

Cholé Calmon é vice no Sydney Pro, na Austrália. Foto: WSL
Cholé Calmon é vice no Sydney Pro, na Austrália. Foto: WSL

A terça-feira decisiva foi disputada nas melhores ondas de todo o período do evento em Manly Beach, com séries de 3-4 pés abrindo direitas e esquerdas com boa formação para as manobras clássicas dos pranchões e para o surfe de alta performance das pranchinhas.

Chloé Calmon fez a melhor apresentação do longboard feminino no último dia, na onda que surfou na semifinal contra a australiana Tully White e recebeu nota 8,00 dos juízes.

Na grande final, a brasileira voltou a enfrentar sua principal adversária nos últimos anos, a havaiana Honolua Blomfield, que lhe tirou os títulos mundiais em 2017 e em 2019. E Chloé Calmon obteve outro vice-campeonato, mas foi por pouco. A carioca liderou toda a bateria, mas a tricampeã mundial reagiu no final para vencer por 12,87 a 12,06 pontos.

A batalha pelo título de 2022 terá mais duas etapas na Califórnia, em Huntington Beach no mês de agosto e a grande decisão na icônica praia de Malibu em outubro.

Honolua Blomfield, Manly, Sydney. Foto: WSL

“Eu sabia que ia ser uma final muito difícil de vencer, porque a Chloé (Calmon) é uma surfista incrível”, disse Honolua Blomfield. “Apesar de ficar atrás durante toda a bateria, eu mantive a calma e a confiança de que poderia vencer. Isso é algo que evoluí em competição; manter a calma e confiar que a onda que você precisa, pode chegar a qualquer momento. Foi isso que aconteceu hoje e essa é a melhor maneira para iniciar a minha defesa do título mundial”.

Na outra final do longboard, Harrison Roach conquistou a única vitória da Austrália no GWM Sydney Surf Pro apresentado pela Rip Curl. Ele tinha batido o recorde de pontos na temporada 2022 do WSL Longboard Tour na semifinal, quando aumentou de 17,20 para 17,70 o maior placar nas ondas de Manly Beach. E foi contra o ex-recordista, Kaniela Stewart, do Havaí. Na decisão do título com o inglês Ben Skinner, também comandou o show, somando notas 8,33 e 8,17 na vitória por 16,50 a 13,67 pontos.

MANLY BEACH, NSW, AUSTRALIA - MAY 24: Harrison Roach of Australia surfs in the Final at the GWM Sydney Surf Pro WLT on May 24, 2022 at Manly Beach, NSW, Australia. (Photo by Cait Miers/World Surf League)
Harrison Roach, Austrália. Foto: WSL

“Eu fiz o que vim fazer aqui e estou feliz pela minha primeira vitória no World Longboard Tour”, disse Harrison Roach. “Meu grande objetivo é ganhar o título mundial este ano e a última etapa em Malibu, na Califórnia, será crucial para isso. Consegui um início perfeito aqui e foi um grande dia. As ondas estavam ótimas hoje e derrotei o ídolo local daqui, Declan Wyton, na frente de todos os seus fãs, depois o Ben Skinner na final, então não poderia estar mais feliz”.

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO GWM SYDNEY SURF PRO:

FINAL DO LONGBOARD FEMININO:
Campeã: Honolua Blomfield (HAV) por 12,87 pts (6,60+6,27) – 5.000 pontos no ranking
Vice-campeã: Chloé Calmon (BRA) com 12,06 pts (6,23+5,83) – 3.900 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 3.042 pontos:
1.a: Chloé Calmon (BRA) 13,60 x 12,00 Tully White (AUS)
2.a: Honolua Blomfield (HAV) 13,37 x 12,90 Soleil Errico (EUA)

FINAL DO LONGBOARD MASCULINO:
Campeão: Harrison Roach (AUS) por 16,50 pts (8,33+8,17) – 5.000 pontos no ranking
Vice-campeã: Ben Skinner (ING) com 13,67 pts (7,17+6,50) – 3.900 pontos no ranking

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 3.042 pontos:
1.a: Ben Skinner (ING) 17,70 x 16,73 Kaniela Stewart (HAV)
2.a: Harrison Roach (AUS) 15,50 x 13,57 Declan Wyton (AUS)

Para mais informações, acesse o site do evento aqui.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias