Publicidade:

Australiano busca quebrar o recorde da sessão de surf mais longa do mundo

O australiano Blakey Johnston planeja quebrar o recorde da sessão de surf mais longa do mundo.

A iniciativa, segundo o surfista, tem como objetivo divulgar a conscientização sobre saúde mental.

Ex-surfista profissional do WQS, Johnston teve algumas experiências marcantes que o fizeram entender a importância de se levar a sério a questão da saúde mental.

Seu pai cometeu suicídio e quando Johnston era criança e patrocinado pela Quiksilver, perdeu um de seus amigos, funcionário da marca, da mesma forma.

Aos 40 anos, Blakey Johnston disse que planejava fazer uma corrida de 1.000 quilômetros para aumentar a conscientização sobre a saúde mental, mas depois de descobrir a possibilidade de quebrar recorde da sessão de surf mais longa do mundo, decidiu mudar a estratégia.

Atualmente, o recorde da sessão de surf mais longa do mundo é do sul-africano Josh Elsin que surfou por trinta horas e onze minutos, pegando um total de 455 ondas. O objetivo de Johnston é surfar por 40 horas seguidas e pegar 500 ondas.

Veja também:

+ Pelo pioneirismo, Santos recebe evento mundial de cultura oceânica

Barton Lynch: “WSL disse que não precisa de mim”

+ Gabriel Medina conta sobre seu novo negócio, Kauai Ventures

Sendo assim, em março próximo, Johnston planeja realizar a longa sessão em The Alley, uma onda perto de sua casa em Cronulla, Austrália.

A Red Bull está ajudando-o a realizar o evento e Johnston planeja cobrar uma taxa para pessoas que desejem surfar ao seu lado durante a tentativa de quebra de recorde.

O dinheiro arrecadado será doado para instituições dedicadas ao tratamento da saúde mental e combate ao suicídio.

Seu objetivo não é apenas aumentar a conscientização, mas deixar a si mesmo e sua família orgulhosos.

“Você não precisa ser um superstar para viver uma vida plena”, disse Johnston ao site Beach Grit. “Você só precisa se esforçar e ir atrás de seus objetivos”, conclui.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias