Publicidade:

Após ficar entre a vida e a morte, Reno Abellira sai do coma

Ícone do surf nos anos 1970, o havaiano Reno Abellira, 71, foi internado no Queens Medical Center, em Oahu, no dia 17 de novembro para se submeter a uma cirurgia cerebral de emergência, após envolver-se em uma briga nas imediações de Waikiki.

Segundo relatos, Abellira lida com vício em drogas e há alguns vivia como indigente nas ruas do Havaí. A briga teria sido com outro morador de rua, que deixou o legend havaiano entre a vida e a morte.

Após a cirurgia, Abellira permaneceu em coma, contudo, de acordo com reportagem do Star Adviser,  desde terça-feira passou a apresentar um quadro de melhora e está se recuperando gradualmente dos graves ferimentos sofridos.

Veja também:

+ Quem são os brasileiros com mais chances de garantir uma vaga no CT?

+Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet

+ Representatividade no surfe: aonde isso me levou?

Reno ainda está na UTI, mas felizmente ele saiu do coma e está fazendo um progresso lento, mas constante na recuperação”, declarou Kealii Aquino, sobrinho de Reno.

Em nome da família de Reno, queremos dizer mahalo a todos pelas orações e apoio”, acrescentou, porém, observando que a família agora pede que que a privacidade de Abellira seja respeitada.

A porta-voz do Departamento de Polícia de Honolulu, Michelle Yu, disse que os policiais encontraram Reno Abellira desmaiado em Ala Moana e ele foi transportado imediatamente para o hospital.

Nativo de Honolulu, Reno Abellira foi um dos maiores nomes do surf no início dos anos 1970, tendo despontado desde muito cedo como um dos melhores surfistas do Havaí ainda nos anos 1960, sendo campeão júnior havaiano e, mais tarde, destacando-se em diversos campeonatos internacionais em uma era pré-circuito mundial de surf.

Entre os títulos mais significativos de sua carreira, destaca-se a vitória no prestigioso Smirnoff Big Wave Invitational em Waimea Bay, em 1974, em um mar de 30 pés.

Apontado como um dos expoentes da chamada “shortboard revolution”, um movimento de surfistas dos anos 1970 que passaram a surfar com pranchas pequenas, Reno teve seu nome eternizado na Calçada da Fama do Surf, em Huntington Beach, Califórnia, em 2015.

Durante a homenagem, ele foi descrito como “uma das figuras mais misteriosas do esporte, e que ajudou a redefinir o surf nos anos 1960 e 1970”.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias