A WSL divulgou nesta terça (3) o formato de disputa da etapa do Surf Ranch Pro, etapa do circuito mundial que será disputada entre os dias 5 e 9 de setembro na piscina de ondas artificiais idealizada e criada por Kelly Slater.

Diferente de todas as demais etapas do mundial, e assim como na Founders’ Cup, o Surf Ranch Pro terá apenas um surfista por vez na água.

Tanto no masculino como no feminino, o evento será dividido em uma fase de qualificação e uma fase final. A fase de qualificação será dividida em três rodadas. Em cada rodada, cada surfista entra na água uma vez e surfa duas ondas, uma direita e uma esquerda.

No final da rodada, cada atleta terá surfado seis ondas, três esquerdas e três direitas. A melhor direita e a melhor esquerda entram para o somatório final de cada um.

Ao final das três rodadas da fase de qualificação, os oito melhores homens e as quatro melhores mulheres avançam à fase final.

VEJA TAMBÉM:

Vídeo demonstra a eficiência de “repelente” de tubarão

Kelly Slater anuncia aposentadoria – mas só no final de 2019

Guga Kuerten surfa piscina de ondas de Kelly Slater na Califórnia; assista

A fase final consistirá de três rodadas, em sistema igual ao da qualificação. Três entradas para cada surfista, com duas ondas em cada, uma esquerda e uma direita. Cada surfista soma a melhor esquerda e a melhor direita. O melhor somatório vence. Simples, não? Parecido com uma sessão de treinos de Fórmula Um.

Uma dúvida permanece, entretanto: como os pontos serão distribuídos para cada posição final? Nas demais etapas, existem apenas sete pontuações diferentes, para campeão, vice, 3º, 5º, 9º, 13º e 25º lugar. Semelhante a um campeonato de tênis ou qualquer outra competição em formato mata-mata. O Surf Ranch funciona como pontos-corridos. Terminar em quinto vai ser igual terminar em oitavo, e assim vai? Saberemos em breve.


Assine nossa newsletter e receba toda semana os conteúdos mais incríveis da Hardcore