26 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

WSL dilvuga formato de campeonato de aéreos

Air Invitational é o nome do primeiro campeonato de aéreos da história da WSL. O torneio vai acontecer entre os dias 3 e 14 de setembro, em Hossegor, França, em paralelo ao Quiksilver Pro, etapa do Circuito Mundial que acontece ali nos mesmos dias. Nesta quinta, o jornalista Todd Prodanovich, da revista Surfer, acidentalmente participou de uma conversa, em Huntington, Califórnia, com Ítalo Ferreira, Nathan Fletcher e Josh Kerr, principal mentor do projeto, na qual o australiano explicou detalhadamente como vai funcionar o campeonato.

  • Serão 18 participantes: 16 escolhidos por Josh Kerr e mais dois convidados. Ainda não se definiu como serão escolhidos estes dois convidados
  • Todo o campeonato terá quatro horas de duração
  • A primeira fase terá seis baterias de trinta minutos, com seis atletas em cada. Cada surfista correrá duas baterias na primeira fase, independente das notas
  • Aéreos serão as únicas manobras avaliadas pelo juízes e levadas em consideração nas notas
  • A nota final dessa primeira fase consistirá na soma dos dois melhores aéreos de cada surfista, consideradas as duas baterias. O melhor aéreo de cada um terá sua nota dobrada
  • As baterias não terão vencedores. As pontuações de cada surfista farão parte de um ranking unificado
  • Ao fim da primeira fase, os seis primeiros colocados do ranking classificam-se à final. Os atletas que terminarem em sétimo ou abaixo terminam empatados e recebem a mesma premiação em dinheiro
  • Os classificados à final têm 20 minutos de descanso e então voltam para a água para uma última bateria de 40 minutos.

Josh Kerr ficou famoso no início dos anos 2000 justamente por vitórias nos incipientes campeonatos de aéreos que eram disputados na época. Ele afirma que pensou no regulamento do Air Invitational de uma maneira que estimulasse os aéreos mais altos e progressivos, diferente da época em que ele mesmo competia, quando, para avançar uma bateria, um surfista precisava completa dois aéreos. Segundo ele, o formato antigo acabava privilegiando decolagens mais conservadoras.

Bummm ? #tb – XV air Game

Uma publicação compartilhada por Italo Ferreira ?? (@italoferreira) em

“Nós seremos realmente duros com o critério de julgamento. Para uma nota acima dos nove pontos, será preciso completar uma das melhores manobras do ano”, disse o mentor do evento.

Apesar de não estar entre os quatro nomes já oficialmente anunciados, Ítalo Ferreira – sem dúvida um dos melhores aerialistas do circuito – confirmou a participação.

“Com certeza vou surfar nesse campeonato de um jeito diferente do que surfo nas baterias”, disse o potiguar. “Tem que achar a melhor sessão e voar o mais alto possível, apenas isso. Acho que isso é o futuro, com certeza”, emendou o atual número 4 do ranking da WSL.

Até agora, estão confirmados para o Air Invitational: Chippa Wilson, Albee Layer, Filipe Toledo e Mikey Wright. Os demais – incluindo Ítalo – devem ser anunciados nos próximos dias.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias