30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

WSL anuncia primeiros eventos na América do Sul em 2024

O Peru, Uruguai e Brasil, irão sediar os primeiros eventos da World Surf League em 2024 na América do Sul e o ano vai começar com duas estreias. A primeira é o Billabong Señoritas Open Pro, promovendo etapas do QS 1000 e Pro Junior nos dias 14 a 17 de fevereiro em Punta Hermosa, Peru. A segunda é o Uruguay Longboard Festival apresentado por Corona nos dias 21 a 25 de fevereiro em Punta del Este. O terceiro evento é o LayBack Pro, que fecha a temporada 2023/2024 com um QS 3000 em 6 a 10 de março em Florianópolis. Todos serão realizados com o princípio da igualdade na premiação para homens e mulheres, incentivada pela World Surf League.

+ Billy Kemper vence o Da Hui Backdoor Shootout 2024

O Billabong Señoritas Open Pro será o primeiro campeonato da World Surf League na América do Sul este ano. Organizado pela RDV Surf, que já promove o Punta Rocas Open Pro desde 2022 também no Peru, a etapa do QS 1000 valerá como a décima e penúltima da temporada 2023/2024 da WSL South America. Além disso, o evento vai abrir as seletivas regionais de 2024 da categoria Pro Junior Sub-20. As duas competições acontecerão nas esquerdas perfeitas de Señoritas, de 14 a 17 de fevereiro em Punta Hermosa, ao sul de Lima, capital do Peru. Esta praia já foi palco de uma etapa do QS em 2019.

WSL América do Sul
A Playa Señoritas em Punta Hermosa vai receber o primeiro evento da WSL em 2024. Foto: Ricardo Malaver

Na semana seguinte, de 21 a 25 de fevereiro, o Uruguay Longboard Festival apresentado por Corona, também vai estrear no calendário da WSL Latin America, abrindo a corrida pelos títulos sul-americanos de Longboard pela primeira vez no Uruguai. O país foi palco de uma etapa do QS de 1996 até 1999 e retorna agora com um evento de Longboard, a ser disputado nas ondas da Playa Bikini, em Manantiales, no famoso balneário de Punta del Este. As inscrições para os três campeonatos já estão abertas no site www.wsllatinamerica.com.

Ao contrário dos dois primeiros, o LayBack Pro já vai realizar a sua quarta edição nas ondas da Praia Mole, em Florianópolis. Pelo segundo ano consecutivo, esta etapa do QS 3000 vai fechar a temporada da WSL South America nos dias 6 a 10 de março, definindo a lista dos 7 homens e 3 mulheres classificados para o Challenger Series, o circuito de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. O LayBack Pro acontece desde 2021 na Ilha de Santa Catarina e no ano passado foi vencido pelo catarinense Luan Wood e a cearense Silvana Lima.

RANKINGS REGIONAIS – O ranking regional masculino vai computar os 4 melhores resultados nas 11 etapas da temporada 2023/2024, para definir o campeão sul-americano e os 7 classificados para o Challenger Series 2024. Já o ranking feminino, registra os 5 melhores resultados para apontar a campeã e as 3 indicadas pela WSL South America. Além deles, 1 homem e 1 mulher serão convidados (wildcards) pela World Surf League, para completar os times sul-americanos na disputa por vagas para o CT esse ano.

HANG LOOSE PRO CONTEST – Uma das mais aguardadas etapas nacionais do QS, no entanto, ao que tudo indica, não será realizada este ano. Previsto para acontecer entre 12 e 17 de março, o QS 5.000 Hang Loose Pro Contest não conta na lista de eventos confirmados pela WSL. Nos bastidores já é certo que a competição não será realizada esse ano. Nossa redação entrou em contato com o escritório da WSL Latin America, mas não obteve retorno sobre esse questionamento.

RANKINGS REGIONAS DE 2023/2024 DA WSL SOUTH AMERICA:

TOP-10 DO RANKING MASCULINO – 4 melhores resultados nas 9 etapas:
1.o:  Ian Gouveia (BRA) – 6.550 pontos
2.o: Mateus Herdy (BRA) – 6.182
3.o: Cauã Costa (BRA) – 5.055
4.o: Rafael Teixeira (BRA) – 4.752
5.o: Luel Felipe (BRA) – 4.395
6.o: Heitor Mueller (BRA) – 4.171
7.o: Edgard Groggia (BRA) – 3.945
8.o: Lucas Vicente (BRA) – 3.658
9.o: Gabriel Klaussner (BRA) – 3.575
10.o: Mateus Sena (BRA) – 3.557

TOP-10 DO RANKING FEMININO – 5 melhores resultados nas 9 etapas:
1.a: Tainá Hinckel (BRA) – 8.925 pontos
2.a: Sophia Medina (BRA) – 7.145
3.a: Laura Raupp (BRA) – 6.265
4.a: Isabelle Nalu (BRA) – 5.337
5.a: Vera Jarisz (ARG) – 5.322
6.a: Arena Rodriguez Vargas (PER) – 4.723
7.a: Melanie Giunta (PER) – 4.140
8.a: Naire Marquez (BRA) – 4.078
9.a: Karol Ribeiro (BRA) – 3.980
10.a: Kalea Gervasi (PER) – 3.871

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias