26 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
26 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

Wallex US Open: Oito brasileiros avançam em Huntington Beach

Oito brasileiros passaram suas baterias na segunda-feira de boas ondas de 3-4 pés em Huntington Beach e vão disputar classificação para as oitavas de final do Wallex US Open of Surfing na Califórnia. Samuel Pupo e Jadson André estrearam com vitórias no World Surf League (WSL) Challenger Series dos Estados Unidos e teve até dobradinha verde-amarela de Ian Gouveia e Michael Rodrigues. Nesta terça-feira serão realizadas as repescagens do Huntington Beach Longboard Classic, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

O Wallex US Open of Surfing só retorna na quarta-feira, com a batalha por vagas nas oitavas de final das duas categorias. Na segunda-feira, só foram realizadas as 16 baterias da rodada de estreia dos cabeças de chave e o dia começou com vitória brasileira de Samuel Pupo. Ele é o único sul-americano no grupo dos 10 surfistas que o Challenger Series vai classificar para completar a elite dos top-34 do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) em 2024.

+ Medo de tumulto generalizado ainda paira sobre o US Open

Samuca saiu do CT no corte do meio da temporada em Margaret River e na semana seguinte ganhou a etapa que abriu o Challenger Series 2023 na Gold Coast, também na Austrália. Ele chegou nos Estados Unidos em sexto lugar no ranking e venceu a bateria que abriu a segunda-feira em Huntington Beach. Na sua melhor onda, iniciou com uma rasgada invertendo totalmente a direção da prancha, emendando uma batida forte e outra na junção para ganhar nota 6,77. Com ela, confirmou a vitória sobre o havaiano Shion Crawford e os franceses Jorgann Couzinet e Gatien Delahaye.

A bateria foi muito boa, o mar está bem divertido e estou feliz em avançar para a próxima fase”, disse Samuel Pupo, que não tinha passado nenhuma bateria depois do título na Gold Coast. “Finalmente passei uma bateria, depois de perder de cara em dois Challengers seguidos. Espero continuar avançando, a prancha está muito boa e obrigado a todos pela torcida”.

Duas baterias depois da vitória de Samuel Pupo, estreou um dos dois participantes do Peru no Wallex US Open of Surfing. Só que o ex-top do CT, Lucca Mesinas, já teve que encarar o líder do ranking, Cole Houshmand, que confirmou o favoritismo, com o também norte-americano Nolan Rapoza passando junto com ele. Lucca terminou em último e no fim do dia o atual campeão sul-americano, Miguel Tudela, também foi eliminado na bateria vencida por outro brasileiro que saiu da elite do CT no corte do meio da temporada, Jadson André.

Foi um dos confrontos mais disputados do dia, com Miguel Tudela largando na frente com três pancadas muito fortes de backside numa direita, que valeram nota 7,00. O francês Tiago Carrique assumiu a ponta somando 6,33 com 4,70, mas o peruano recuperou a liderança com 4,17 em outra direita. Só que Jadson André saltou para o primeiro lugar, com o aéreo reverse de frontside que acertou numa esquerda e ganhou nota 7,50.

Jadson Andre avança em sua batalha para para entrar no grupo dos top-10 do ranking. Foto: Pat Nolan/ World Surf League

Logo, o costa-ricense Carlos Munoz entrou na briga, tirando o segundo lugar do Miguel Tudela, que ficou precisando de 5,30 para se classificar. Jadson achou outra esquerda que formou a rampa para voar e sacramentar a vitória por 14,03 pontos. Miguel Tudela só pegou outra onda no último minuto, uma esquerda que também mandou um aéreo full rotation de frontside. Depois de um suspense, a nota saiu 5,07 e Carlos Munoz acabou passando em segundo lugar, por uma pequena vantagem de 12,30 a 12,07 pontos.

Eu amo Huntington, as ondas, os locais que sempre me receberam muito bem desde a primeira vez que vim aqui e até hoje gostam de mim e do meu trabalho”, destacou Jadson André, que busca um bom resultado para entrar no grupo dos top-10 do ranking. “As ondas aqui estão bem parecidas com as da minha praia (em Natal-RN), então eu adorei. Eu sempre sonhei em vencer esse evento, já cheguei perto algumas vezes e sei que é meio clichê, mas tem que ir levando bateria por bateria, pois é assim que você ganha um evento”.

DOBRADINHAS BRASILEIRAS

Essa vitória do Jadson André aconteceu na penúltima bateria da segunda-feira e na sequência Deivid Silva conquistou a última vaga para a terceira fase do Wallex US Open of Surfing, passando em segundo lugar com o japonês Kanoa Igarashi. Antes da estreia de Jadson André e Miguel Tudela, tiveram duas baterias com participação dupla do Brasil.

Ian Gouveia e Michael Rodrigues fizeram uma dobradinha na primeira, eliminando um dos top-10 do Challenger Series, o número 5 do ranking, Kade Matson, dos Estados Unidos. A outra foi um confronto direto entre Brasil e Havaí, que terminou empatado em 1 a 1. O quarto colocado do ranking, Imaikalani deVault, liderou desde o início e Leo Casal ganhou a briga pela pela segunda vaga do Alejo Muniz, que estava melhor no ranking, em 17.o lugar. Leo conseguiu a classificação e já subiu dez posições, para a 46.a colocação.

OITAVAS DE FINAL

Wallex US Open
Mateus Herdy passou em segundo lugar na bateria com três norte-americanos. Foto: @WSL / Pat Nolan

Mais dois brasileiros também avançaram em segundo lugar nas suas baterias, Mateus Herdy contra três norte-americanos e Rafael Teixeira barrando um top do CT, o italiano Leonardo Fioravanti. Na terceira fase, serão oito brasileiros tentando classificação para as oitavas de final do Wallex US Open of Surfing. Samuel Pupo vai disputar as duas primeiras vagas com os australianos Morgan Cibilic e Joel Vaughan e o americano Nolan Rapoza.

Na terceira bateria, Ian Gouveia e Mateus Herdy enfrentarão o havaiano Ezekiel Lau e outro americano, Jett Schilling, que defende a última posição no G-10. Na disputa seguinte, tem Michael Rodrigues contra mais dois norte-americanos, Crosby Colapinto e Conner Coffin, e o sul-africano Luke Thompson. Depois, Rafael Teixeira encara dois integrantes do G-10, o vice-líder Jacob Willcox da Austrália e o francês Joan Duru, além de um americano que foi cortado da elite esse ano, Jake Marshall, na sexta bateria.

Rafael Teixeira eliminou um top do CT 2023, Leonardo Fioravanti (Crédito da Foto: @WSL / Kenny Morris. Foto: Kenny Morris/ World Surf League

Na sétima, está Deivid Silva com o havaiano Imaikalani deVault, o costa-ricense Carlos Munoz e o australiano George Pittar, que fez os recordes do campeonato na segunda-feira, nota 8,50 e 16,43 pontos. E mais dois brasileiros vão disputar as últimas vagas para as oitavas de final do Wallex US Open of Surfing, numa bateria com três surfistas que iniciaram a temporada na elite do CT, o japonês Kanoa Igarashi que permanece e o californiano Nat Young e Jadson André que saíram no corte. O jovem Leo Casal completa este confronto que fecha a terceira fase.

FILIPE TOLEDO NÃO PARTICIPA DA COMPETIÇÃO

Incialmente escalado para o evento, Filipe Toledo não poderá participar do US Open devido a um imprevisto familiar. A equipe do atleta informou que um documento importante de um familiar ficou retido nos Estados Unidos após a etapa em J-Bay, África do Sul, resultando na impossibilidade de retornarem ao Brasil na data prevista. Infelizmente, isso inviabilizou a participação de Filipe Toledo na competição em Huntington Beach.

Em razão dessa situação, o surfista já planeja sua preparação para a próxima etapa do Tour da World Surf League (WSL), que ocorrerá no Tahiti, onde irá treinar com o surfista local Matahi Drollet.

O Wallex US Open of Surfing apresentado por Pacifico é a quarta das seis etapas que vão classificar 10 homens e 5 mulheres para a elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) de 2024. Depois, só tem o EDP Vissla Pro Ericeira nos dias 1 a 8 de outubro em Portugal, antes do encerramento do Challenger Series 2023 no Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil, que vai fechar a lista das classificações para o CT 2024, nos dias 14 a 21 de outubro na Praia de Itaúna, na Capital Nacional do Surf.

RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NA SEGUNDA-FEIRA:

SEGUNDA FASE – entrada dos 48 cabeças de chave:
——–3.o=33.o lugar (700 pts) e 4.o=49.o lugar (600 pts)
1.a: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Shion Crawford (HAV), 3-Jorgann Couzinet (FRA), 4-Gatien Delahaye (FRA)
3.a: 1-Cole Houshmand (EUA), 2-Nolan Rapoza (EUA), 3-Te Kehukehu Butler (NZL), 4-Lucca Mesinas (PER)
5.a: 1-Ian Gouveia (BRA)2-Michael Rodrigues (BRA), 3-Kade Matson (EUA), 4-Justin Becret (FRA)
8.a: 1-Crosby Colapinto (EUA), 2-Mateus Herdy (BRA), 3-John Mel (EUA), 4-Michael Dunphy (EUA)
9.a: 1-Kauli Vaast (FRA), 2-Rafael Teixeira (BRA), 3-Timothe Bisso (FRA), 4-Leonardo Fioravanti (ITA)
11.a: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Alister Reginato (AUS), 3-Edgard Groggia (BRA), 4-Marlon Harrison (AUS)
13.a: 1-George Pittar (AUS), 2-Nat Young (EUA), 3-Mikey McDonagh (AUS), 4-Lucas Silveira (BRA)
14.a: 1-Imaikalani deVault (HAV), 2-Leo Casal (BRA), 3-Alejo Muniz (BRA), 4-Jackson Bunch (HAV)
15.a: 1-Jadson André (BRA), 2-Carlos Munoz (CRC), 3-Miguel Tudela (PER), 4-Tiago Carrique (FRA)
16.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN), 2-Deivid Silva (BRA), 3-Jordan Lawler (AUS), 4-Marco Mignot (FRA)

PRÓXIMAS BATERIAS DO WALLEX US OPEN OF SURFING:

TERCEIRA FASE MASCULINA – 1.o e 2.o=Oitavas de Final:
—3.o=17.o lugar (US$ 2.100 e 1.900 pts) e 4.o=25.o lugar (US$ 2.000 e 1.700 pts)
1.a: Samuel Pupo (BRA), Morgan Cibilic (AUS), Joel Vaughan (AUS), Nolan Rapoza (EUA)
2.a: Cole Houshmand (EUA), Jackson Baker (EUA), Reef Heazlewood (AUS), Shion Crawford (HAV)
3.a: Jett Schilling (EUA), Mateus Herdy (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Ian Gouveia (BRA)
4.a: Michael Rodrigues (BRA), Crosby Colapinto (EUA), Conner Coffin (EUA), Luke Thompson (AFR)
5.a: Kauli Vaast (FRA), Eli Hanneman (HAV), Alister Reginato (AUS), Sheldon Simkus (AUS)
6.a: Jacob Willcox (AUS), Joan Duru (FRA), Jake Marshall (EUA), Rafael Teixeira (BRA)
7.a: Imaikalani deVault (HAV), George Pittar (AUS), Deivid Silva (BRA), Carlos Munoz (CRC)
8.a: Kanoa Igarashi (JPN), Jadson André (BRA), Nat Young (EUA), Leo Casal (BRA)

SEGUNDA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Oitavas de Final:
—3.a=17.o lugar (us$ 2.100 e 1.900 pts) e 4.a=25.o lugar (US$ 2.000 e 1.700 pts)
1.a: Gabriela Bryan (HAV), Zoe McDougall (HAV), Zahli Kelly (AUS), Nadia Erostarbe (ESP)
2.a: Sophia McCulloch (AUS), Macy Callaghan (AUS), Ellie Harrison (AUS), Sara Freyre (EUA)
3.a: Bronte Macaulay (AUS), Sawyer Lindblad (EUA), Erin Brooks (CAN), Bella Kenworthy (EUA)
4.a: India Robinson (AUS), Luana Silva (BRA), Sophia Medina (BRA), Nanaho Tsuzuki (JPN)
5.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Amuro Tsuzuki (JPN), Sol Aguirre (PER), Daniella Rosas (PER)
6.a: Vahine Fierro (FRA), Teresa Bonvalot (PRT), Silvana Lima (BRA), Zoe Benedetto (EUA)
7.a: Alyssa Spencer (EUA), Sarah Baum (AFR), Leilani McGonagle (CRC), Kirra Pinkerton (EUA)
8.a: Isabella Nichols (AUS), Nikki Van Dijk (AUS), Yolanda Hopkins (PRT), Ariane Ochoa (ESP)

SEGUNDA FASE DO HUNTINGTON BEACH LONGBOARD CLASSIC:

REPESCAGEM FEMININA – Vitória=Oitavas de Final e Derrota=17.o lugar:
1.a: Sophia Culhane (HAV) x Luella Pace (EUA)
2.a: Lindsay Steinriede (EUA) x Maya Glasenapp (REU)
3.a: Mason Schremmer (EUA) x Chloe Coleman (EUA)
4.a: Maria Fernanda Reyes (PER) x Roisin Carolan (AUS)
5.a: Kaitlin Mikkelsen (EUA) x Liv Stokes (CAN)
6.a: Kirra Molnar (AUS) x Luana Soares (BRA)
7.a: Alice Lemoigne (FRA) x Natsumi Taoka (JPN)
8.a: Avalon Gall (EUA) x Haley Otto (HAV)

REPESCAGEM MASCULINA – Vitória=Oitavas de Final e Derrota=17.o lugar:
1.a: Taylor Jensen (EUA) x Brendan White (EUA)
2.a: Kevin Skvarna (EUA) x Saxon Wilson (EUA)
3.a: Cole Robbins (EUA) x Troy Mothershead (EUA)
4.a: Edouard Delpero (FRA) x Chase Lieder (EUA)
5.a: Kaimana Takayama (EUA) x Jack Van Wagoner (EUA)
6.a: Max Weston (AUS) x Kai Ellice-Flint (AUS)
7.a: Tony Silvagni (EUA) x Ben Considine (AUS)
8.a: John Michael Van Hohenstein (EUA) x Nicolás Andrade (ESP)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias