28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Medo de tumulto generalizado ainda paira sobre o US Open

Uma briga entre dois homens durante o US Open deste domingo (30) trouxe de volta lembranças ruins e o medo de um novo tumulto generalizado em Huntington Beach.

O famoso píer californiano abriga desde os anos 1960 uma das mais tradicionais competições de surf do mundo e, com o tempo, foi se tornado cada vez maior e mais popular.

A partir dos anos 1980, o torneio que costumava ser apenas um campeonato de surf, se transformou em um enorme festival, com múltiplas atrações.

A competição de surf passou a ser uma das atrações de um mega evento com rampa de skate, quadras de vôlei, shows ao vivo e um concurso de biquínis, além de farta oferta de bebida alcoólica, atraíam uma multidão de outras pessoas à praia que não se importavam muito com o surf. Era a receita para um “desastre”.

Em 1986, quando se chamava Op Pro Huntington Beach, um grupo de valentões bêbados começaram a importunar mulheres, tentando arrancar seus tops no concurso de miss biquíni. Alguns namorados não gostaram nada disso e logo começaram brigas. Como a polícia não estava por perto, os guarda-vidas resolveram colocar ordem na confusão, mas o resultado foi o contrário e a multidão rapidamente se voltou contra os agentes de salvamento, dando início a um tumulto generalizado.

Carros foram rapidamente virados e incendiados. Enquanto os guarda-vidas recuavam para sua torre principal, sendo perseguidos por uma multidão ensandecida.

Quando a polícia finalmente chegou, o caos estava instalado e foi a vez dos carros de polícia serem virados e incendiados, enquanto a multidão gritava: “Mais um, mais um!”.

O cenário era semelhante ao de guerra: garrafas de vidro sendo lançadas para todos os lados, muita fumaça preta dos carros incendiados, helicópteros de notícias circulando no céu e saques generalizados a prédios públicos, como o posto de guarda-vidas de Huntington.

Embora o tumulto tenha durado pouco mais de uma hora, ele teve um impacto duradouro na região, incluindo proibições de álcool, proibições de garrafas de vidro, além de uma série de regras que agora são comuns em todas as praias da Califórnia.

tumulto generalizado
Em 2013, novo tumulto generalizado no US Open mostrou que o “fantasma” ainda paira sobre Huntington Beach. Foto: Reprodução

As novas leis e a presença constante da polícia nos anos que se seguiram ajudaram a dissipar potenciais arruaceiros, porém, em 2013, o evento, agora sendo Vans U.S. Open of Surfing, foi novamente palco de um tumulto generalizado.

Uma briga entre dois grupos na rua em frente ao evento começou logo após o término da competição de surf.  Em poucos minutos, diversas pessoas com o rosto coberto por bandanas entraram em confronto com a polícia, derrubando banheiros químicos, vandalizando e saqueando estabelecimentos comerciais.

A polícia conseguiu conter o tumulto e fez oito prisões sob suspeita de desobediência à dispersão. O estrago não foi tão grande quanto o de 1986, mas mostrou que o “fantasma” do tumulto generalizado ainda pairava sobre o píer de Huntington Beach.

A briga entre dois homens no último domingo acendeu novamente o alerta e o medo de novas revoltas. Dessa vez, como podemos ver no vídeo, os guarda-vidas não intervieram, deixando as próprias pessoas em volta separaram os dois brigões. Felizmente, os ânimos se acalmaram e nada de grave aconteceu, mas a tensão permanece no ar.

Quem perde com isso, são os surfistas, pois as confusões têm como palco um dos maiores campeonatos do mundo. Ironicamente, em nenhuma das vezes ninguém que pega onda teve alguma relação com os tumultos. Algo que nos leva a refletir até que ponto é benéfico para a imagem do surf fazer campeonatos tão grandes. Assista ao vídeo da briga:

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias