26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Vitória de João Chianca em Supertubos leva brasileiro ao Olimpo do surf mundial

A vitória de João Chianca em Supertubos definitivamente alçou o brasileiro ao Olimpo do surf mundial.

É certo que o CT ainda está no começo, mas, já que falamos em “Olimpo”, é tentador fazer uma livre comparação entre a história recente de João com a de um herói da mitologia grega, enfrentando grandes desafios e superando dificuldades.

Essa comparação talvez ajude a entender porque o brasileiro rapidamente se tornou um dos surfistas preferidos dos fãs do esporte.

Será exagero? Reflita: assim como os heróis gregos, Chumbinho, mesmo carregado de indiscutíveis virtudes atléticas precisou superar duras provações para alcançar seu objetivo.

+ Peter Mel sobre Chumbinho: “Testemunhamos o futuro do surf profissional”

Em seu ano de estreia na elite do circuito mundial, João enfrentou um grande desafio: ele foi rebaixado para a divisão de acesso, mesmo sendo apontado como um dos melhores surfistas do ano.

Se estivéssemos na Grécia antiga, eu diria que isso foi como um castigo dos deuses para testar a perseverança de João e, assim como o lendário herói Teseu, que enfrentou o Minotauro no labirinto, João enfrentou seu próprio desafio e lutou para se recuperar.

João Chianca Olimpo do surf
“Assim como o lendário herói Teseu, que enfrentou o Minotauro no labirinto, João enfrentou seu próprio desafio e lutou para se recuperar”. Foto: Shuttersock

De volta ao Challenger Series, João lutou arduamente para recuperar sua vaga no CT e voltar a competir na elite do esporte mundial. Foi um ano difícil, cheio de altos e baixos, mas João não desistiu. Ele continuou trabalhando duro, assim como o herói grego Perseu, que enfrentou inúmeras dificuldades em sua busca para derrotar a Medusa e salvar a princesa Andrômeda.

Na última etapa do ano, João finalmente conquistou a vaga após travar uma batalha que já parecia impossível contra todos os obstáculos que surgiram em seu caminho.

De volta à elite, Chianca tem tido um desempenho incrível, como um guerreiro grego que retorna de uma longa jornada e enfrenta seus inimigos com coragem e determinação.

Algumas pessoas ainda se surpreendem como João Chianca, mesmo com tão pouco tempo de Tour, já conquistou um grande número de fãs em todo mundo.

+ Cinegrafista registra ataque de tubarão a tartaruga em Fernando de Noronha

Recorro novamente à Grécia antiga para traçar um paralelo, afinal, a mitologia grega é inspiradora porque conta histórias épicas de heróis que enfrentam desafios impossíveis e superam grandes obstáculos, mostrando a capacidade humana de perseverar e alcançar a grandeza.

As lendas e mitos gregos exploram a condição humana, incluindo suas falhas e fraquezas, mas também sua capacidade de superar essas limitações e triunfar.

A história de João é um exemplo inspirador de perseverança e dedicação, assim como as lendárias histórias da mitologia grega. Sua vitória na etapa portuguesa de Supertubos nos ensina que com força de vontade, preparação e determinação, podemos superar até mesmo os maiores desafios e alcançar a grandeza.

Porém, é bom lembrar que as tentações andam lado a lado com a fama e, a partir de agora, a luz dos holofotes também será direcionada para o brasileiro.

João Chianca Olimpo do surf
Se Ícaro tivesse ouvido seu pai, provavelmente teria sobrevivido à sua aventura de voar com as asas de penas e cera, tornando-se um dos mais gloriosos personagens da mitologia grega. Foto: Shutterstock

Ícaro foi um personagem da mitologia grega que ficou famoso por ter tentado voar até o sol com asas de penas e cera. Atraído pelo brilho solar, Ícaro ignorou os avisos de seu pai para voar perto da terra, e subiu cada vez mais alto. Por fim, o calor derreteu suas asas e o herói grego acabou caindo.

Se Ícaro tivesse ouvido seu pai, provavelmente teria sobrevivido à sua aventura de voar com as asas de penas e cera, tornando-se um dos mais gloriosos personagens da mitologia grega.

O Olimpo do surf existe e seus heróis também. João Chianca conquistou com méritos sua entrada nesse templo. Oxalá que o jovem brasileiro tenha sabedoria para garantir sua permanência.

*Por Luciano Meneghello

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias