F3cTG3R-yOQ

Ondulação de sudeste faz esquerda do Arpoador quebrar de gala nesta quarta (28), para delírio da comunidade do surf no Rio de Janeiro

Por Redação HC

Enquanto boa parte dos trabalhadores surfistas disfarçava no escritório com uma tela na planilha e outra na janelinha da WSL para ver as finais do Tahiti Pro, quem pode se dar ao luxo de uma desculpa mais elaborada, no Rio de Janeiro, vivenciou um dia épico de surf num dos picos mais clássicos do país.

A ondulação de sudeste entrou de jeito, fazendo as esquerdas legendárias do Arpex abrirem com bom tamanho, uma atrás da outra, em um dia memorável.

Surfista acostumado a dias clássicos no Arpoador, o repórter Carlos Matias dessa vez sacrificou uma parte do dia para ficar atrás da câmera do Surfe TV, registrando em vídeo a sessão de gala. Não deixe que os momentos de surf perdidos por Matias sejam em vão e assista ao vídeo!

Veja também:
Owen vence revanche com Medina na final e é campeão em Teahupoo
Damien vence CJ em baterias clássica dos irmão Hobgood