27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

Uma, duas, três, quatro quilhas? Que tal sem nenhuma?

Por um breve momento, parecia haver uma chance real de que pranchas de surfe sem quilhas se tornassem parte cotidiana dos picos de surfe. Alguns modelos foram lançados no mercado, inclusive, mas passados alguns anos, parece que a maioria dos surfistas desistiu da ideia. E não é difícil entender o porquê: é muito, muito difícil. No entanto, para alguns poucos que conseguiram compreender o surfe sem quilhas, esse parece ser um caminho sem volta.

Isso fica claro quando analisamos alguns adeptos ilustres do surfe sem quilhas, como Derek Hynd, Jordan Rodin e Ari Browne, este último é destaque no vídeo abaixo.

+ Primeiro tubo surfado por um cão? Skyler e seu tutor dão show no Surf Ranch

O nível de habilidade de Browne é impressionante. Velo deslizando em alta velocidade executando manobras inusitadas é inspirador. Para a maioria dos surfistas, a sensação de segurança e controle que as quilhas proporcionam é insubstituível. As quilhas oferecem estabilidade e permitem manobras precisas. No entanto, para aqueles que aceitam o desafio do surfe sem quilhas, há uma recompensa especial reservada para eles que pode ser traduzida como uma nova forma de liberdade.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias