Animal foi encontrado na praia de Boca Raton, na Flórida, EUA, por uma bióloga de um centro de reabilitação de animais 

Por Redação HC

Durante uma patrulha na praia de Boca Raton, na Flórida, EUA, a proprietária do centro de reabilitação animal Gumbo Limbo Nature Center, Whitney Crowder, encontrou um filhote de tartaruga marinha morta e levou o animal para análise no laboratório de sua instituição. Lá, encontrou dentro do estômago do animal, 104 pedaços de plástico que consequentemente levaram a tartaruga a morte.

Crowder fez uma postagem em seu Facebook mostrando os pedaços de plástico que a tartaruga havia ingerido. Ela afirmou que quase 100% das tartarugas que são encontradas em Boca Raton tem plásticos em seus estômagos. “Nós encontramos [dentro do trato digestivo do animal] um pedaço de um balão. Havia ainda um rótulo que vai na parte de fora de garrafas”, relata em sua rede social.

VEJA TAMBÉM:
SOBE PARA 113 O NÚMERO DE PRAIS COM MANCHAS DE ÓLEO NO NE
SISTEMA ECO DE LIMPEZA DE PLÁSTICOS NO MAR COMEÇA A FUNCIONAR APÓS 1 ANO DE TESTES
GOLFINHO COM MANCHAS DE ÓLEO É ENCONTRADO MORTO NO CEARÁ